Canários

Canários

O canário, também conhecido como canário-do-reino ou, popularmente, canarinho, é uma ave passeriforme de pequeno porte, pertencente a família Fringillidae.

Sua origem se localiza nas Ilhas Canárias, conjunto de pequenas porções de terra que se encontram na costa do continente africano. Inclusive, seu nome se dá devido a ilha de onde se originou.

O nome canário em da palavra vem latim canaria, que significa “dos cães”, já que os romanos encontraram ali muitos cães selvagens.

O início da sua exportação para outras regiões do planeta teve início há 1.500 anos, com os primeiros canários sendo transportados para a Europa.

Graças a seu canto, eles conquistaram as famílias nobres, ganharam a população geral e, atualmente, estão entre os pássaros mais conhecidos e populares do mundo.

Em especial no Brasil, em que existem diversas expressões populares que usam o nome do pássaro, como “cantar como um canarinho”.

Além da representação da ave no futebol, em que a seleção brasileira é frequentemente chamada de seleção canarinho.

No Brasil, a espécie canário-belga (mais comum no país) é considerada um animal doméstico, o que dispensa a autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

 

Você ficou curioso (a) para conhecer um pouco mais sobre o canário? Então, é só iniciar leitura no texto abaixo. Confira!

Características do Canário

Características do Canário

Na natureza, o canário é encontrado com uma bela plumagem na cor amarelo ouro. Porém, com o início da sua criação em cativeiro foram surgindo canários com diversas variações de cores.

No Brasil, o canário mais conhecido é o Canário da Terra (Sicalis flaveola), podendo ser encontrado por todo o país em muitas de suas formas.

No geral é um pássaro de porte pequeno, apresentando comprimento total de 12,5 centímetros e com um comprimento de asa de 71 milímetros.

A sua plumagem é comumente amarelada com a parte inferior do ventre de cor clara, mas, como já dito, existem diversas variações devido aos tipos de criação e locais de moradia.

E, apesar de praticamente idênticos, as fêmeas da espécie aparentam algumas diferenças, como cores mais acinzentadas e menos brilhantes.

Outra característica interessante é que, na natureza, essas aves costumam ser territorialista e brigão, sendo bastante difícil de se aproximar dele.

Porém, sua versão doméstica já apresenta características contrárias, são muito dóceis adora estar na companhia do tutor e de outros canarinhos.

Afetuosos e inteligentes, podem ficar triste quando passam muito tempo sozinhos. Além disso, são capazes de reconhecer a voz de seus tutores e costumam fazer festa ao escutá-la.

Além disso, por ser muito inteligente, o canário aprende bastante com o reforço positivo, podendo aprender truques e brincadeiras diversas.

Mas é sempre importante ficar atento com o convívio em uma gaiola só, pois podem acabar brigando e machucando uns aos outros.

Como criar um Canário?

Como criar um Canário?

A canaricultura, como é chamada a prática de criação de canários, é uma técnica que possui algumas exigências para uma criação bem sucedida.

A criação de canários é muito comum por serem pássaros que conseguem se adaptar aos mais variados tipos de localidades, desde grandes aviários ao ar livre, até gaiolas dentro de casa.

A primeira preocupação para iniciar a criação de um canário é se atentar a cor dele, pois é aconselhável criar canários de uma única cor, para evitar brigas entre eles.

Também é importante manter contato constante com outros criadores, para que haja acompanhamento e orientações, além de trocas de experiência que serão muito úteis para o desenvolvimento do seu canarinho.

E, no momento da escolha do seu primeiro canário, lembre-se de verificar se são jovens e saudáveis.

Atente-se nas pernas, os pés, a região ao redor do bico e narinas, se elas estão completamente limpas e lisas, livres de qualquer infestação.

Os melhores meses para se comprar um canarinho são março e abril, quando o criador tem uma maior possibilidade de escolha.

Principais tipos de Canário

Principais tipos de Canário

Com diversas espécies catalogadas no mundo todo, o Brasil conta com subespécies muito interessantes e que valem a pena ser conhecidas, confira.

Canário-da-terra

Canário-da-terra

Canarinho mais conhecido no Brasil, ele possui plumagem amarelo-vivo com mancha alaranjada na cabeça, canto forte e melodioso. Essa espécie pode ser encontra em todos os cantos do país, confira os mais conhecidos.

Canário-rasteiro

Canário-rasteiro

Comum em países como Argentina, Colômbia e Venezuela, ele também é encontrado nos estados brasileiros de Mato Grosso, sul do Pará, Goiás, Piauí, Minas Gerais, São Paulo e Paraná.

Suas principais características são o amarelo-limão da cabeça, peito amarelado e ventre amarelo-brilhante.

Canário-do-amazonas

Canário-do-amazonas

Bastante parecido com o canário-da-terra, essa espécie é menor do que as demais e é mais comum em campos, campinas e cerrados.

Tipio

Tipio

Apesar do nome diferente, não se engane, ele também faz parte dos canários encontrados no Brasil.

Conhecido também como canário-da-horta e canário-pirrita, esse pássaro se distingue das demais espécies por não possuir o píleo amarelo e apresenta um desenho diferente no loro e ao redor dos olhos.

Canário-andino-negro

Canário-andino-negro

Descoberto pelo Oficial da Marinha Friedrich Kittlitz ,em 1883, possui o nome técnico Rhopospina fruticeti.

Apesar de não pertencer a fauna brasileira, ele já oi visto e catalogado uma vez na região do Rio Grande do Sul.

De acordo com estudos de naturalistas, estes pássaros vivem em casais ou sozinhos quando fora do período de acasalamento.

Canário-do-brejo

Canário-do-brejo

Os canários-do-brejo são pássaros muito apreciados pelos criadores de aves, seja pelo seu canto ou suas cores.

É uma ave que pode ter seu tamanho atingindo cerca de 20 centímetros. Já em relação ao seu peso, se comparada a outras espécies, esta é bem mais leve, pois costuma ter seu peso em torno de 18 a 22 gramas.

Este canário apresenta uma cauda mais curta se comparada a outros, bem como uma plumagem com tons de cinza, marrom, verde.

Canário-do-mato

Canário-do-mato

É uma ave muito comum no nosso país e tem inúmeras espécies e variações.

Vale lembrar que o canário-da-terra apresenta sua plumagem geralmente amarelo-vibrante e o seu canto forte e muito melodioso.

Por conta de sua cor e características originou o apelido da nossa seleção Brasileira.

Canário-do-campo

Canário-do-campo

É uma espécie da família Thraupidae e é conhecida especialmente por ser muito sociável, valente e elegante.

Possui a habilidade de resiliência para mudar de ambiente, sem conseguir se prejudicar.

Também é considerado um cantor insaciável devido a sua capacidade de cantar por um longo período.

Canário-belga

Canário-belga

Existem muitas espécies de canário belga que podem ser encontradas com relativa facilidade no Brasil.

A ave pode se alimentar com alpiste e com alimentação humana, especialmente frutas.

O tempo de vida do animal é de aproximadamente 10 anos, variando se corresponde a macho ou fêmea.

Com um belíssimo canto, este pássaro pode ser adquirido por um preço bastante popular.

Canário-do-reino

Canário-do-reino

É um pássaro exótico proveniente da Bélgica e, portanto, bastante conhecido no Brasil pelo nome canário belga.

O nome canário do reino se deve ao fato de ter sido trazido de Portugal, uma espécie de oposição ao canário tipicamente brasileiro, o canário-da-terra.

Este é um pássaro de pequeno porte, sendo a espécie de canário mais comum do Brasil, conhecido popularmente por canarinho.

Como alimentar um Canário

Como alimentar um Canário

Sobre a alimentação, é importante saber que os canários são granívoros, ou seja, alimenta-se de grãos e sementes que encontram em seu habitat.

Não é possível alimentá-los apenas com alpiste e outras rações comuns, o correto é utilizar misturas de sementes de qualidade para a alimentação ideal do canário.

Você pode utilizar na mistura sementes de qualidade como: alpiste, linhaça, semente de rabanete, semente de alface, semente de endívia, aveia, semente de cânhamo, negrillo.

Também é possível alimentá-los com vegetais e fruta seca, que são muito importante para fornecê-los uma grande quantidade de vitaminas.

Caso seu canário seja da cor vermelha, também é interessante inserir na alimentação suplementos de betacaroteno.

Um detalhe importante é que, durante o período de reprodução, deve-se adicionar cálcio a alimentação, esse nutriente pode ser encontrado em osso de siba e conchas de ostra moída.

Reprodução do Canário

Reprodução do Canário

A maturidade sexual dos canários se inicia após completarem um ano de vida e a época de reprodução geralmente coincide com a primavera. A fêmea põe de 4 a 5 ovos e o período de incubação é de 12 a 15 dias.

Para criar um ambiente mais aconchegante e protegido para a reprodução, é importante que o ninho seja confeccionado com fibras vegetais, ervas e folhas de estevas, e aparece muitas vezes coberto por líquens, pelos e penas.

Apesar de o macho não participar do período de incubação, após o nascimento é ele quem irá procurar alimento, como sementes e frutos, que são fornecidos por ambos os progenitores.

Os filhotes costumam já estar com a plumagem completa após 11 a 17 dias de vida, quando já estão prontos para sair do ninho e ganhar independência.

Porém, ainda é papel do macho alimentar os filhotes por mais alguns dias após esse período, até que estejam completamente independentes e prontos para seguir sozinhos.

O tempo médio de vida de um canarinho comum é de cerca de cinco anos de vida, podendo variar de acordo com a subespécie.

Quanto custa um Canário?

Quanto custa um Canário?

Devido a sua popularidade no Brasil, existe uma grande variedade de preços, que podem variar dependendo da região em que você vive.

Atualmente os preços que podem ser encontrados variam entre R$ 30 e R$ 120.

A criação e comércio devem ser regulados pelo IBAMA, mesmo sendo um animal de estimação. Então, procure não adquirir seu animal pela internet.

É necessário procurar uma casa de animal ou criador confiável que realiza a venda de animais autorizados.

Não se esqueça de solicitar toda a documentação que autoriza a criação do animal, bem como até a nota fiscal que eventualmente pode ser solicitada por alguma fiscalização.

Gostou das informações sobre o pássaro canário? Então compartilha o post com seus amigos nas redes sociais e deixa seu comentário abaixo!

Fonte das imagens: Wikimedia Commons

Avalie este pássaro: post

Outros pássaros para você:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *