Canário-belga

Características do Canário Belga

O canário belga é um pássaro que possui características bastante específicas. A ave pode se alimentar com alpiste e com alimentação humana, especialmente frutas.

Existem muitas espécies de canário belga que podem ser encontradas com relativa facilidade no Brasil.

Este pássaro deve receber cuidados específicos de manutenção, especialmente perto da sua gaiola.

Já o tempo de vida do animal é de aproximadamente 10 anos, variando se corresponde a macho ou fêmea.

Com um belíssimo canto, este pássaro pode ser adquirido por um preço bastante popular.

Por sua vez, a temperamento do animal é bastante tranquilo, possuindo uma excelente companhia para o ser humano.

A sua origem, evidentemente, está na Bélgica. No entanto, há a sua expansão pelas Ilhas Canárias, na Espanha, que gerou algumas variações da espécie.

Nesse sentido, o canário do reino é da mesma espécie do canário belga. A diferença está no fato de que a ave provocou o surgimento do nome de canário do reino veio de Portugal.

Há ainda o pássaro chamado de canário da terra, uma espécie que é totalmente nativa do Brasil.

Então, vamos conhecer um pouco melhor sobre as características deste belo ser vivo? Confira abaixo!

Canário Belga

Características do Canário Belga

O canário belga é uma ave relativamente pequena e que também é conhecida como canário do reino, possuindo seu tamanho varia entre 14 a 15 cm de comprimento.

A ave também tem um temperamento bastante dócil e, inclusive, expectativa de vida relativamente longa (10 anos).

O canário belga é um pássaro que vive cerca de 5 a 6 anos, caso seja fêmea. No entanto, se for macho, a sua expectativa aumenta para cerca de 10 anos.

Este animal precisa constantemente de vitaminas, em função de suas características e necessidades. As vitaminas mudam conforme a idade do animal.

Canário Belga

 

Espécies do Canário Belga

Hoje é catalogada várias espécie de canário belga, destacando-se a divisão em cores como:

  • Lipocrômicos;
  • Melânicos.

Os primeiros possuem cor clara e também não apresentam pigmento preto, enquanto os outros possuem cor na tonalidade escura.

Os canários belgas são animais belíssimos que possuem vários tons e cores. Existem variações e características distintas, especialmente nas penas.

Como criar um Canário Belga?

Por se tratar de um animal silvestre é essencial ter autorização de órgãos ambientes internacionais.

Também é preciso procurar o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Além disso, também é essencial ter autorização de Secretarias do Meio Ambiente do Governo Federal, bem como de seu estado e também município em que reside.

Dessa maneira, ao desejar criar um canário belga é essencial ter autorização para criar e, quem sabe, até comercializar esta ave.

Ao criar esta espécie em cativeiro é preciso promover um espaço saudável, limpo e higienizado diariamente.

Quem desejar criar este animal é importante ter a consciência que por se tratar de um animal silvestre, o canário belga (fêmea e/ou macho) precisa de cuidados diários específicos, requerendo certo tempo de dedicação.

Além disso, é essencial realizar gastos financeiros para manter sua saúde e bem-estar deste pássaro, principalmente por estar entre o convívio de seres humanos que retiram do seu habitat natural.

Vale lembrar que é muito difícil se obter a autorização para criar um pássaro que é tão raro, possuindo hábitos característicos e especiais.

Por isso, quem desejar cuidar do animal necessita encontrar criadores autorizados pelos órgãos ambientais para, dessa forma, adquirir uma espécie.

No geral, estes criadores não podem fazer a comercialização destes animais nascidos em cativeiros, porém, eles conseguem doar os filhotes desde que os órgãos ambientais sejam previamente comunicados.

Para facilitar neste processo é essencial se direcionar até o IBAMA ou algum órgão ambiental mais próximo da sua cidade.

Estes órgãos mantém uma lista atualizada constantemente com todos os criadores autorizados dentro do território brasileiro.

As vantagens de se procurar por um criador de animal silvestre autorizado são:

  • Não vai incentivar o tráfico nacional e internacional de animais;
  • Conseguirá ter a garantia de que o animal possui boa saúde;
  • Terá um animal mais acostumado com o convívio humano.

É importante situar que os criadores autorizados pelos órgãos ambientais adquiriram seus animais por conta do estado de saúde debilitado após fiscalizações de combate a tráfico ilegal de animais selvagens.

Espécies do Canário Belga
Foto: Reprodução

Reprodução

A reprodução deste animal é relativamente fácil e desde que não haja muito frio durante o inverno, o animal consegue entrar no período de reprodução ao longo de todo o ano.

No entanto, o momento ideal para o pássaro entrar no período de reprodução se dá a partir de agosto e até dezembro.

Vale lembrar que o sinal indicativo da entrada no período de reprodução é quando o canário belga macho mostra o seu canto forte.

Em contrapartida, a fêmea tende a reagir com sons considerados correspondentes. A reprodução ocorre de forma natural entre o casal.

Reprodução Canário Belga
Foto: Reprodução

Alimentação

Em cativeiro, o animal tem uma diversidade maior de opção alimentar. Algumas das principais opções são:

  • Alpiste;
  • Aveia descascada;
  • Linhaça;
  • Frutas (maçã, por exemplo).

Já no que se refere à alimentação, muito cuidado com o material, uma vez que deve ser sempre limpo e polido.

No geral, os criadores costumam criar a ave apenas com alimentação tradicional que é o alpiste.

Esta opção possui riqueza na quantidade de carboidratos e pode ser usado para canários e outros pássaros.

Existem vários tipos de ração no mercado que por sinal inclui várias possibilidades.

Logo, a aveia descascada também é uma opção interessante. Isto decorre pelo fato de poder ser ingerida com certa facilidade pelos pássaros.

A linhaça é outro grão interessante que é totalmente rico em proteínas e pode reforçar a saúde e bem-estar da ave.

Além de comer algumas frutas, o animal come algumas verduras como, por exemplo, chicória e o mamão.

Também é imprescindível ter certa atenção com relação à água. Ela deve ser trocada todos os dias e precisa estar limpa.

Em seu habitat natural, o canário belga tem uma dieta que inclui insetos e formigas que geralmente são encontrados na vegetação baixa.

O pássaro desta espécie possui o hábito de se alimentar com frutas. Ele tem alta preferência por mamão.

Alimentação Canário Belga
Foto: Reprodução
Gaiola Canário Belga
Foto: Reprodução

Gaiola

É muito importante evitar que as gaiolas acabem sendo ocupadas por vários materiais que, muitas vezes, podem se tornar desnecessários, além de dificultar bastante a limpeza.

Também é possível adaptar um cômodo na casa para utilização na criação de um canário.

Nesse sentido, é necessário aproveitar o espaço com todas as janelas disponíveis no cômodo. E mais, especialistas indicam acrescentar qualquer tipo de tela para evitar insetos.

Alguns cuidados básicos estão relacionados à troca de água e a limpeza do viveiro. O comedouro deve ser limpo com frequência para evitar a formação de impurezas, como o do bolor, formado pelo resto de alimentos e fezes da ave.

Dicas vinculadas ao uso de gaiola:

  • A circulação de ar é bastante importante para manter o animal cômodo;
  • As gaiolas podem ser adquiridas em diversos comércios;
  • O fundo da gaiola, conhecido como bandeja, deve ser coberto com material absorvente;
  • Os poleiros também devem ser mantidos limpos e purificados com frequência;
  • As gaiolas devem ser de arame galvanizado, com suportes para bebedouros e comedouros;
  • Existem vários tipos de gaiolas com várias características, acabamento e preços diferentes;
  • Sempre haverá gastos com este animal que é silvestre e precisa de cuidados especiais para manter a sua saúde durante todo o seu convívio entre seres humanos.

Canário Belga

Quanto tempo vive em média um canário belga?

Conforme catalogado pela ciência, o canário belga consegue sobreviver em cativeiro, em média, de 5 a 10 anos. Porém, a idade sofre variações conforme o sexo do animal e também dos cuidados especiais de cada criador.

Média preço do pássaro

A comercialização desta ave é quase que naturalizada dentro do país. Por isso, o preço do pássaro varia conforme a sua espécie que atualmente tem aumento muito por conta dos cruzamentos em cativeiros.

Vale lembrar que estes cruzamentos são realizados com diversas espécies diferentes.

Por exemplo, o canário branco pode ser comprado principalmente em loja física. Não é recomendada a compra do canário belga em lojas virtuais.

Este animal é facilmente adquirido em lojas físicas. O seu preço varia entre R$ 30,00 e R$ 120,00.

Canto do Canário Belga

Este animal possui como característica muito interessante o poder de sua voz, inclusive, em um lugar tranquilo, este animal se sente cômodo para cantar.

Muitas pessoas consideram que é a sua forma de reação ao acompanhamento de seres humanos. Ou seja, a ave canta para receber a presença das pessoas.

O canário belga possui um canto poderoso, tanto em cativeiro como na natureza.

Considerações finais

O canário belga não faz parte da lista de animais que correm o risco de extinção na classificação vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN).

No entanto, quem for pego criando ou comercializando esta espécie poderá sofrer detenção de no mínimo seis meses a um ano de acordo com a gravidade.

Em alguns estados, a legislação consegue ser mais branda de modo que é penalizado apenas com o pagamento de multas.

Porém, os ambientalistas, biólogos e ativistas são preocupados com a devastação do seu meio ambiente que tem diminuído o seu habitat natural.

Outra preocupação é com relação ao tráfico e comercialização de animais silvestres que especialmente desta espécie chega ser quase naturalizada em todo território nacional.

Gostou das informações sobre o canário belga? Então, compartilha o conteúdo com seus amigos nas redes sociais e deixa seu comentário abaixo!

Outros pássaros para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *