Tucano

tucano

O tucano é uma das aves mais belas da natureza e está muito presente em nosso país, sendo considerada, por muitos, um símbolo brasileiro.

Possui uma grande importância para a natureza, sendo responsável, até mesmo, pela sobrevivência de outras espécies, uma vez que a semente que o tucano deixa cair serve de alimento para muitos animais.

Neste artigo, você conhecerá tudo sobre esta linda ave. Descubra onde vivem como é sua alimentação e como o animal se reproduz.

Tucano

Onde vivem os Tucanos?

O tucano é uma ave conhecida por quase todos nós brasileiros. Afinal, ela faz parte do nosso convívio em algumas regiões do país.

Caracterizada pelo seu grande bico colorido, são várias as espécies de tucano, a maioria vivendo na América Central e também na América do Sul.

No Brasil, a ave é muito presente na Floresta Amazônica e também na Região do Cerrado.

O seu principal habitat são as árvores, apesar de poderem ser encontradas em barrancos de até 30 metros de altura.

Quais são as espécies de Tucanos

Quais são as espécies de Tucanos?

Você certamente conhece o tucano, mesmo que não tenha visto um pessoalmente.

O seu longo bico torna a ave inconfundível e, para muitos, uma das mais belas.

Porém, o que muitos não sabem é que não existe apenas um tipo de tucano. São várias as espécies da ave, uma mais bela que a outra.

Vamos conhecer algumas de suas principais espécies:

Ramphastos Toco

Ramphastos Toco

É também conhecido por tucanuçu, tucano-grande ou tucano-boi. Por estes nomes, já podemos imaginar qual a principal característica desta espécie.

Trata-se do maior dos tucanos, possuindo cerca de 60 centímetros e pesando até 540 gramas.

Esta espécie de tucano não possui dimorfismo sexual, ou seja, tanto o macho quanto a fêmea possuem as mesmas características físicas.

Eles possuem uma plumagem preta, exceto no papo, onde a plumagem é branca, podendo apresentar uma coloração amarelada.

A maior característica desta espécie é o seu grande bico alaranjado, podendo medir até 22 centímetros.

Ramphastos Tucanus

Ramphastos Tucanus

Conhecido pelo nome de tucano-de-peito-branco, pia-pouco, quirina ou tucano-cachorrinho, esta espécie possui cerca de 60 centímetros de comprimento e seu bico pode ser vermelho ou preto.

A espécie é encontrada no Pará, no Rio Amazonas, no Rio Tocantins e também no litoral do Maranhão.

Ramphastos Vitellinus

Ramphastos Vitellinus

É conhecido por tucano-de-bico-preto, canjo ou tucano-pacova.

O bico é quase todo preto, exceto na base, onde a cor é amarelada.

Seu bico possui cerca de 10 centímetros e a ave pode atingir até 46 centímetros.

Características da ave

  • Reino: Animalia;
  • Filo: Chordata;
  • Classe: Aves;
  • Ordem: Piciformes;
  • Família: ‎Ramphastidae.

A principal característica do tucano, sem dúvidas, é o seu grande bico, mas você se engana, caso achar que a ave sofre para carregar este enorme bico.

O bico é formado por um tecido ósseo esponjoso, fazendo com que ele seja muito leve.

Por sua vez, o sistema digestivo é bastante curto, logo, por este motivo, o pássaro se alimenta de frutas, pois são facilmente digeridas.

Os tucanos são monogâmicos, ou seja, vivem em casais de forma isolada.

O casal trabalha em conjunto em seu ninho, sendo a fêmea responsável por chocar e o macho responsável por alimentar os filhotes.

O seu voo é feito com o bico na posição reto a linha do pescoço que sofre alternações com curtas batidas das asas ao conseguir planar por um tempo que é de costume ser demorado.

No geral, ao chegar à noite precisa dormir e para isso tem o hábito de virar a cabeça com o intuito de descansar o bico nas costas.

Por sua vez, o gavião conhecido popularmente como carcará é considerado seu maior predador natural.

Como criar um Tucano?

Por se tratar de um animal silvestre é essencial ter autorização de órgãos ambientes como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) para ter autorização de poder criar e quem sabe até comercializar tucanos.

Porém, é um animal que tem sofrido com o tráfico ilegal de animais silvestres. O que tem colocado o Tucano na lista de animais que correm risco de extinção.

Logo, por conta deste cenário é cada vez mais difícil se conseguir autorização de órgãos ambientais para criação da espécie em cativeiro.

Quem tiver interesse precisa ficar atento às fiscalizações do governo nas regiões que possuem maior fluxo de tráfico de animais. Apenas os animais tirados do habitat e acostumados com a presença humana são destinados para criadores.

Vale lembrar que o Tucano é um animal que exige cuidados especiais quando criados em cativeiros.

Dentre os mais específicos, é em relação à necessidade dos pássaros em ter um cativeiro espaçoso para poder gastar energia e ainda sobrevoar durante o dia.

Como se reproduzem os Tucanos?

A reprodução ocorre na primavera. Nesta época, o casal de tucanos coloca o seu ninho no alto de árvores ocas ou em buracos.

A fêmea coloca de dois a seis ovos que serão incubados entre 16 e 20 dias.

O filhote do tucano, ao nascer, não é muito bonito. Seu bico grande demais para um corpo bem pequeno deixa a ave com uma aparência desengonçada.

Além disso, os olhos do bebê tucano não abrem por três semanas.

É claro que os pais não se importam com nada disso e vão cuidar de seus filhotes por, em média, seis semanas, que é o tempo para que o pequeno tucano deixe o seu ninho.

Do que o tucano se alimenta

Do que o tucano se alimenta?

Como já falamos anteriormente, graças ao seu curto aparelho digestivo, o tucano é uma ave frutívora, ou seja, sua alimentação é baseada em frutas.

Todas as frutas presentes na natureza podem servir de alimento para esta ave.

No entanto, a dieta do tucano não é baseada totalmente em frutas. Alguns pequenos animais, como insetos, cobras, rãs e, até mesmo, lagartixa podem servir de alimento para a ave.

Além disso, essa ave pode invadir os ninhos de pequenos pássaros para comer os ovos e, em alguns casos, os seus filhotes.

Ao se alimentar, o tucano pega a comida com seu bico e joga a cabeça pra trás, de forma que o alimento vá direto para a sua garganta.

As frutas maiores ou com cascas mais duras são quebradas com seu bico, que possui bordas serrilhadas próprias para isso.

Onde vivem os Tucanos

Qual a família do tucano?

Os tucanos pertencem à família Ramphastidae que compreende seis gêneros. Além dos tucanos, fazem parte desta família os araçaris e as saripocas.

Entre as semelhanças dessas aves, podemos destacar seus bicos coloridos e o fato de serem majoritariamente frutívoros.

Características da ave

Curiosidades

Conheça mais um pouco do Tucano que é um pássaro querido por todos os brasileiros:

  • Existem mais de 40 espécies de tucano;
  • Segundo a cultura indígena, quando um bando de tucanos se junta, é porque vai chover. E a explicação para isso é mais lógica do que mística. Afinal de contas, a ave adora tomar banho de chuva;
  • O bico do tucano serve como uma espécie de ar-condicionado, pois ele tem a função de resfriar o sangue que passa por ele. O resultado disso é que o corpo todo do animal permanece resfriado;
  • Algumas espécies de tucano já correm risco de extinção. É o caso do tucano-de-bico-preto, que corre este risco graças à destruição do seu habitat natural. Além disso, por ser uma ave muito curiosa, o tráfico deste animal é bastante comum. Eles precisam de muito espaço para sobreviver. Quando vai para cativeiro, a ave acaba morrendo;
  • Os tucanos possuem dois dedos para frente e dois dedos para trás. Dessa forma, o animal consegue se firmar facilmente nos galhos de árvores;
  • A posição para dormir, também é muito curiosa em se tratando do tucano. Ele eleva sua cauda até que ela cubra a sua cabeça, que fica virada para as suas costas. Assim, ele descansa o seu grande bico.

Canto

O canto dessa ave lembra muito o coaxar de uma rã, embora possa também emitir gorjeios (canto melodioso formado de notas rápidas).

Algumas espécies de tucano podem emitir um som parecido com um latido.

Considerações finais

O tucano é um animal querido pela grande maioria da população, sendo que grande parte conhece esta ave.

Este sucesso vem de vários filmes infantis que mostram a ave ou possuem este pássaro como um de seus personagens.

Talvez por conta deste cenário, o Tucano é um animal que é considerado precioso no mercado ilegal de tráfico de animais silvestres.

O que tem colaborado para a extinção de sua espécie nas cidades, países e municípios que abrigam o seu habitat natural.

Para combater este crime é essencial não adquirir ou comprar o animal. Além disso, é essencial ter fiscalizações intensas por parte do governo e instituições ambientais.

Caso contrário, o Tucano será uma espécie que entrará para lista de extinção, assim como aconteceu com a Arara Azul.

Vale situar que o Tucano, junto com papagaios e araras, são símbolos muito utilizados para representar o Brasil.

Isto decorre pelo fato destes animais estarem inseridos em todas as expressões culturais espalhadas em todo o território brasileiro.

Ou seja, a extinção de qualquer espécie de Tucano pode fazer falta para algumas populações brasileiras que ainda valorizam e cultuam esta ave como forma de expressar a sua tradição.

Outros pássaros para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *