Saracura

Saracura

O nome Saracura tem origem indígena e se trata de uma denominação comum para se referir a diversas espécies de aves Gruiformes (grupo com características em comum, principalmente, no que se refere ao formato que lembra um guindaste).

Observar pássaros (birdwatching) é uma das atividades mais prazerosas, além de aumentar seu contato com a natureza, tal hábito tende a diminuir o stress e controlar a ansiedade.

Além disso, o hábito contribui para a preservação das espécies, afinal é mais fácil cuidar de algo que conhecemos, não é mesmo?

Conheça a seguir um pássaro muito comum no Brasil, a Saracura, e aprenda sobre as especificidades da espécie.

Tal ave é conhecida como uma ave semiaquática, sendo chamada também de siricoia.

Saracura

Onde vive a Saracura?

É comum a ocorrência do pássaro Saracura em diversos países, principalmente os que estão na América do Sul.

No Brasil, estão comumente habitando, principalmente, nas regiões sul e sudeste. Porém, por conta dos hábitos migratórios podem ser encontradas em diversos estados, mesmo que em outras regiões.

O habitat natural desta ave é em regiões alagadas, margens de cursos d’água, florestas e pântanos.

Apesar de que, é comum também encontrar espécies de Saracura em regiões mais secas.

Esta espécie também é uma ave considerada semi-aquática de porte pequeno que leva uma vida solitária por não viver em bando com outros animais.

Saracura

Características do pássaro

Como principais características, o pássaro possui:

  • Mede cerca de 30 centímetros;
  • Pesa em torno de 500g;
  • Não possui dimorfismo sexual (diferenciação entre macho e fêmea);
  • São pássaros muito ariscos;
  • Os olhos são vermelhos;
  • Bico de cor amarela esverdeada;
  • Apresentam plumagem azul, cinza ou marrom esverdeada;
  • Vivem em grupo (geralmente pequenos);
  • Passa maior parte da sua vida em terreno seco;
  • É conhecido como um dos pássaros mais desajeitados da fauna;
  • Existem catalogadas mais de 30 espécies de saracura;
  • Seu canto pode ser ouvido de longe;
  • É uma ave que não consegue realizar voos por muito tempo ou considerado alto;
  • Elas conseguem fazer pequenos sobrevoos com poucos metros do chão ou da água;
  • Quando ameaçada por algum predador tem o costume na vegetação próxima das margens ou chega mergulhar na água;
  • Tem facilidade de andar entre plantas aquáticas;
  • Possui o hábito também noturno quando está no pântano.

Como criar uma Saracura?

Por se tratar de um animal silvestre é essencial ter autorização de órgãos ambientes como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Dessa maneira, ao desejar ter uma saracura é essencial ter autorização para criar e quem sabe até comercializar esta ave.

No entanto, quase não há procura criadores por este animal, justamente por ser um animal semi-aquático que exige cuidados particulares e extremamente especiais.

Quem desejar criar deste animal é importante ter a consciência que por se tratar de um animal silvestre, a saracura precisa de cuidados diários específicos, requerendo certo tempo de dedicação.

Além disso, é essencial realizar gastos financeiros para manter sua saúde e bem estar deste pássaro, principalmente por estar entre o convívio de seres humanos que retiram do seu habitat natural.

Portanto, é dever do criador conseguir desenvolver um ambiente cada vez mais semelhante com o habitat natural deste animal para promover a saúde quando está convivendo com pessoas.

Quanto tempo vive uma Saracura?

A ciência, infelizmente, não possui informações concretas, até o momento, sobre o tempo de vida dessa ave, porém, as aves com as mesmas características da Saracura conseguem facilmente atingir o tempo de vida médio de, no mínimo, cerca de 20 anos.

Tipos de Saracura

Os principais tipos desse pássaro são:

  • Saracura Carijó

É uma espécie de difícil observação, devido ao seu temperamento. Sua plumagem possui cores vivas e marcantes, sendo conhecida como também como saracura-pintada. É comum nos Estados Unidos, na Argentina e no Chile;

Saracura Carijó

  • Saracura do Banhado

Tem plumagem azulada e vermelha, possui hábitos noturnos e costuma ficar em regiões brejosas. Trata-se de uma ave migratória, sendo comum em diversas regiões do Brasil, principalmente: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

  • Saracura do Mangue

Possui coloração cinza, branca e vermelha. Uma das características mais marcantes desta saracura é a região maxilar ser alaranjada. Com o próprio nome sugere é uma ave que vive em mangues e regiões costeiras.

É comum no Brasil, principalmente nos estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, São Paulo e Sergipe.

  • Saracura do Mato

É a espécie mais comum, possui cor azul- acinzentada com detalhes em marrom. É comum encontra-la principalmente em florestas e matas fechadas, principalmente as que são alagadas. Ocorre no Brasil (sudeste), na Argentina e também no Paraguai;

  • Saracura lisa

É a segunda menor entre as subespécies (mede cerca de 25 cm), apresenta cor uniforme (marrom). Habitam principalmente matas em estágio primário ou secundário, bambuzais e restingas. É comum no Brasil e na Argentina;

  • Saracura matraca

Possui cor marrom pequenos detalhes em preto, além de bico amarelado. Prefere regiões de manguezais e é uma espécie vulnerável à extinção. É comum no Brasil e no Chile;

  • Saracura Sanã

Possuem plumagem marrom, com detalhes em branco e bico esverdeado. É comum em regiões úmidas, como pântanos e em campos de arroz. É comum no Brasil, principalmente no Pará e no Rio Grande do Sul;

sanã

  • Saracura três potes

Possuem coloração marrom esverdeado e por este motivo possuem facilidade de se camuflarem. As pernas e os pés são vermelhos e o bico é amarelo com verde. Vivem em manguezais, margens de rios e em lagos. É comum no Brasil e em algumas regiões dos Estados Unidos.

Saracura

Reprodução

A reprodução desses pássaros do tipo saracura é muito simples, pois os mesmos formam casais monogâmicos instintivamente em seu ambiente natural e ambos cuidam dos filhotes.

Os ninhos, geralmente, são construídos com galhos e folhas. Eles também são instalados nas vegetações próximas às margens de rios, lagos e córregos.

Cada ninho chega abrigar cerca de cinco filhotes, os quais após 45 dias de vida já conseguem fazer a sua alimentação sozinha e sem depender de seus pais.

Assim como diversos pássaros, a saracura também possui comportamento monogâmico, sendo que natureza há o nascimento de 3 a 5 filhotes. Por sua vez, os ovos possuem a tonalidade de beje e manchas marrons.

Saracura
Foto: Reprodução.

Alimentação

A maioria das espécies de Saracura se alimenta principalmente de:

  • Desovas de anfíbios;
  • Insetos capturados;
  • Raízes de plantas aquáticas;
  • Animais vertebrados;
  • Brotos;
  • Capins;
  • Larvas;
  • Minhocas;
  • Pequenos peixes;
  • Crustáceos;
  • Ovos de perereca;
  • Pequenos anfíbios.

É comum também que tais aves saqueiem ninhos de outras aves para se alimentarem e dependendo da região buscam por crustáceos.

No entanto, cabe lembrar que a ave come o que estiver ao seu alcance e pendendo da região em que está inserido, pode ter hábitos distintos aos citados acima.

Canto do Pássaro Saracura

Todas as espécies e subespécies da Saracura, o canto das aves é considerado ritmado, agradável e, geralmente, são bem altos, sendo que todas elas costumam cantar em duetos.

No YouTube, há diversos vídeos com os pássaros Saracura cantando, como este aqui que é do Saracura Três Potes.

Uma curiosidade interessante sobre o canto do pássaro Saracura é que habitualmente consegue ser fortemente associado à vinda de chuva, segundo crendices populares de alguns grupos que vivem no país.

Uma possível explicação é que no período de chuvas, tais aves se reproduzem e o canto é a primeira etapa do acasalamento.

 

Considerações finais

A saracura é um pássaro que ainda não está em na lista que cataloga os animais que correm o risco de extinção.

No entanto, esta situação pode mudar a qualquer momento, caso o desmatamento consiga alcançar os ambientes que são essenciais para sobrevivência e manutenção desta espécie de pássaro.

Em caso de observar a venda deste animal, é dever de qualquer pessoa realizar a denúncia junto aos órgãos ambientais competentes mais próximos.

Além disso, também se vê a necessidade de conscientizar a população para não comprar nenhuma espécie de animais que são considerados silvestres.

Vale lembrar também que as pessoas que vivem na zona rural não podem buscar inserir esta ave a sua criação de galinhas ou animais domésticos da sua fazenda, chácara ou sitio, por exemplo.

Este comportamento pode desequilibrar toda a cadeia alimentar da região, provocando prejuízo ao meio ambiente que pode ser até irreversível.

Vale situar que existem espécies de saracura em quase todas as regiões e países ao redor do mundo, principalmente em florestas, na zona rural ou em áreas destinadas especialmente para preservação ambiental (que estão localizadas dentro ou fora de propriedades públicas e até privadas).

No entanto, o animal tem certa preferência por regiões e estados que possuem litoral.

Outros pássaros para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *