Arara-catalina

Arara-catalina

Araras são bichos naturalmente fascinantes. Suas inúmeras espécies estão sempre chamando atenção de criadores ao redor do mundo.

Conhecida por sua origem híbrida, a Arara-catalina chama atenção por sua beleza e diversidade de cores.

Esse post vai te mostrar todos os detalhes referentes a essa ave. Acompanhe de perto as informações sobre sua origem, sua distribuição geográfica e ainda, algumas curiosidades.

Características da Arara-catalina

Características da Arara-catalina

Resultado de um cruzamento entre a Arara-canindé e a Araracanga, a Arara-catalina faz parte da família Psittacidae.

Pode atingir até 80 centímetros de comprimento e cerca de 1,5 kg. Em condições saudáveis esse bicho pode chegar até 50 anos de idade.

Ela possui uma combinação de cores vibrantes. Grande maioria apresenta uma coloração vermelha ou laranja na parte do peito e barriga, e nas costas, verde ou azul.

Além disso, algumas têm na borda de suas asas e caudas, penas douradas.

Com base no conceito de que, na natureza as araras buscam parceiros da mesma espécie, sua existência causa estranheza.

A princípio ela é produzida somente em cativeiro por meio de cruzamentos.

Elas são comumente encontradas nas florestas-tropicais, bosques, savanas e em zonas tropicais.

Como foi dito acima, araras híbridas na natureza, quando existentes, são raras.

Mesmo assim, suas características físicas prejudicam seriamente sua sobrevivência nesse tipo de ambiente.

Devido sua aparência, a Arara-catalina fica muito vulnerável aos olhos de seus predadores.

Por último, sua alimentação não é diferente das outras araras. Se resume em uma dieta rica de sementes, frutas, legumes e ração de qualidade, caso seja criada fora da natureza.

Confira também alguns exemplos de alimentos recomendados.

  • Pêra;
  • Manga;
  • Maçã;
  • Amendoim;
  • Castanha;
  • Banana;
  • Pepino;
  • Cenoura;
  • Milho;
  • Camarão seco;
  • Carne;
  • Ovo;
  • Fontes de proteínas e minerais no geral;
  • Suplementos vitamínicos.

A Arara-catalina é conhecida por sua personalidade extravagante. É um pássaro com humor peculiar, brincalhão e muitas vezes, barulhento.

Ela é muito ativa e necessita ficar algumas horas fora da gaiola para se alongar.

Acredita-se que todos esses traços de personalidade sejam a mistura perfeita de seus parentes, tendo em vista que é híbrida.

Além disso, ela é muito inteligente, e se treinada, capaz de fazer inúmeras coisas, inclusive falar.

No entanto, a falta de atenção pode deixá-la deprimida ou até mesmo agressiva. Ainda, podem surgir comportamentos autodestrutivos como arrancar as próprias penas.

Desse modo, se você é uma pessoa bastante ocupada, e que não pode se dedicar a essa ave, desista.

Claro, isso considerando a hipótese de que um dia será comum ter um bicho desses em casa. No decorrer do post você entenderá a razão.

De acordo com uma professora da Universidade de Anhanguera- Uniderp, esse cruzamento é muito preocupante.

Apesar de linda, a especialista acredita que seja uma aberração. Seu medo é não saber quais as consequências disso para a natureza em longo prazo.

Corroborando esse pensando, o biólogo Edison Diniz, afirma que não é conhecida a capacidade reprodutora dos filhos de híbridos.

Isso geraria uma redução muito abrupta no número de espécies ao longo dos anos.

Além, disso, existem registros que confirmam a identidade de aproximadamente 400 araras dessa espécie.

Sua criação é um assunto muito polêmico entre os profissionais, que divergem em opiniões com alguns criadores.

Reprodução da Arara-catalina

Reprodução da Arara-catalina

Esse processo é bastante similar ao das outras araras. Costuma fazer seus ninhos nos ocos das árvores.

Sua maturidade sexual ocorre entre os 4 ou 5 anos de idade, mantendo capacidade de reprodução até os 50 anos.

O tempo de incubação dos ovos da Arara-catalina, pode chegar até 28 dias. Ela não põe grande quantidade de ovos, apenas 2 ou 3 por vez.

Os olhos de seus filhotes abrem com cerca de duas semanas de vida. Após o período de 3 meses, eles saem do ninho pela primeira vez.

Criação da Arara-catalina

Criação da Arara-catalina

Como é um bicho bem ativo, um viveiro que permita que ele tenha espaço para locomoção é fundamental.

As dimensões consideradas ideias são de 3x2x2 m. Também devem estar em locais com luz sempre protegidos do frio.

É interessante que o viveiro também tenha telas galvanizadas.

Dessa forma, o animal não tem como lesionar suas asas.

Poleiros grossos também são indicados para garantir melhor equilíbrio e proteção dos pés.

É possível comprar uma Arara-catalina?

É possível comprar uma Arara-catalina?

Diante de todas essas questões em volta de um animal híbrido, a venda da Arara-catalina não é fácil.

Claro, estamos falando de meios legais aqui. Diferente dos seus genitores, com uma busca simples você encontra arara vermelha ou canindé para vender.

Talvez em futuro um tanto distante, essa situação possa mudar. Caso seja declarado um consenso entre criadores e biólogos.

Ou até mesmo, se os estudos avançarem em relação as consequências de se ter um animal como ela.

Gostou das informações sobre a arara-catalina? Então compartilha o post com seus amigos nas redes sociais e deixa seu comentário abaixo!

Fonte das imagens: Wikimedia Commons

Avalie este pássaro: post

Outros pássaros para você:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *