Beija-flor-tesoura

Também conhecido como tesourão, o beija-flor-tesoura apesar de ser uma das menores aves é também a mais territorialista.

Com isso, esse briguento pássaro chega a arrumar confusão até com animais maiores que eles.

É o integrante mais famoso da sua espécie e o mais conhecido no território nacional com sua exuberância de cores.

Sendo assim, ele é facilmente reconhecível com seu comportamento extremamente insistente e briguento com os outros.

Beija-flor-tesoura, a ave mais briguenta da América do Sul. Conheça as particularidades desse animal e entenda esse comportamento arisco.

Beija-flor-tesoura

Aparência e tamanho do beija-flor-tesoura

O beija-flor-tesoura é conhecido por ser uma das maiores espécies de beija-flor do Brasil, sendo também possuidor de grande exuberância.

Então, este pássaro possui uma estatura que varia em média de 15 e 19 centímetros de comprimento.

Também apresenta um peso que fica entre 06 e 11 gramas de pura beleza natural. Desse modo, é possuidor de algumas características citadas abaixo como, por exemplo:

  • Cabeça, pescoço e parte de cima do tórax em azul quase violeta;
  • Plumagem das costas em verde escuro brilhante;
  • Leve mancha banca atrás dos olhos;
  • Bico preto com leve curvatura;
  • Cauda em azul escuro.

Beija-flor-tesoura

Característica que dá origem ao nome

A principal particularidade que serviu de inspiração para seu nome é a sua grande cauda que toma 2/3 do seu tamanho, uma vez que sua cauda dividida ao meio possui uma semelhança com uma tesoura e assim surgiu seu nome.

Beija-flor-tesoura

Onde encontrar o beija-flor-tesoura

Essa é uma ave muito característica da região da América do Sul já que se distribui por todo continente.

Com isso, é possível encontrar esse beija-flor-tesoura desde a Guiana Francesa, passando pelo Brasil e chega até a Bolívia.

Além disso, a espécie pode ser achada em áreas de capoeiras e jardins de todo o continente Sul-Americano. Porém, existe uma exceção, pois na área amazônica ainda não existe registros desse animal pelo seu clima muito úmido.

Beija-flor-tesoura

Alimentação

Assim como todos os outros animais de sua espécie, o tesourão também se alimenta do néctar das flores.

Logo, surge seu importante papel ecológico de polinizador de flores e plantas da natureza.

Além de ter uma alimentação com o néctar das flores, a ave também consegue se alimenta de:

  • Pequenos insetos;
  • Algumas aranhas.

Beija-flor-tesoura

Como diferenciar o macho da fêmea

O beija-flor-tesoura é uma espécie de ave que não apresenta dimorfismo sexual, que é a distinção de características físicas entre macho e fêmea.

No entanto, existem algumas leves peculiaridades que podem distinguir os sexos:

  • As fêmeas são levemente mais escuras;
  • As fêmeas são um pouco menores.

Apesar de existirem essas diferenças, elas são muito minuciosas e de difícil percepção.

Portanto, para uma melhor especificação o essencial é a realização de um exame de DNA nesses animais, com isso será possível diferenciá-los.

Beija-flor-tesoura

Comportamento do Beija-flor

Esse beija-flor é um dos mais ariscos da espécie e por serem grandes dominam em relação aos outros.

Sendo assim, não costumam ter medo de seres humanos, pelo contrário, são extremamente briguentos.

Além disso, também gostam de dominar o território e as fontes de alimentação com isso eles disputam entre si.

Nesse cenário, eles acabam se envolvendo em brigas até com outros animais, inclusive, os que são maiores do que ele.

O acasalamento do Beija-flor

O beija-flor-tesoura atinge a maturidade sexual entre o primeiro e o segundo ano de vida.

Então, no período de acasalamento essas aves assumem comportamentos específicos para chamarem a atenção dos seus parceiros.

Com esse cenário, para acasalar ambos fazem uma espécie de dança do acasalamento, por isso, o macho realiza um voo característico.

Nesse sentido, o macho se mostra com seu voo rasante, enquanto a fêmea fica parada num poleiro.

A fêmea, por sua vez, permanece observando até o momento em que realiza um voo em zig-zag juntamente com o macho.

Assim, realizam voos rasantes entre ambos sempre com o macho por cima da fêmea e após a cópula separam-se.

beija flor tesoura

Como constroem o ninho

Primeiro, a fêmea é a responsável por escolher o local aonde vai se localizar o ninho e então constroem.

Nessa perspectiva, o ninho possui um formato característico de tigela e é colocado a uns 3 metros do chão.

Existem alguns materiais que esses animais costumam usar para fazer a construção de sua morada, eles dão firmeza para não cair. São eles:

  • Fibras de vegetais;
  • Pedaços de folhas;
  • Liquens;
  • Musgos;
  • Teias de aranha.

Beija-flor-tesoura ninho

Como reconhecer seu canto

A vocalização do beija-flor-tesoura é bastante estridente e rápido semelhante a um simples assovio humano aos ouvidos.

Porém, para os ornitólogos e estudiosos da acústica o canto desses pássaros é como uma melodia, pois esses profissionais analisam a vocalização dos pássaros através de um complexo instrumento chama sonograma da bioacustica.

Com isso, é possível perceber que o canto desses animais é complexo e chega até ser melodioso.

 

Mutações presentes no Beija-flor-tesoura

Esse beija-flor ao longo do tempo adquiriu algumas mutações que são mudanças abruptas e ao acaso no DNA dessas aves.

Desse modo, após estudos dos especialistas em aves foi possível perceber alguns desses fenômenos.

As mutações mais conhecidas estudadas atualmente são:

  • A plumagem leucística:

O albinismo está para os seres humanos, assim como os leucismo está para os pássaros como uma particularidade gênica.

Sendo assim, é um característica conferida por um gene recessivo que garante cor branca à ave.

No entanto, diferente do albinismo nessa mutação o beija-flor não se torna mais sensível ao sol e sim mais resistente. Isso ocorre pela grande quantidade de albedo neles que até garante uma maior proteção ao calor.

  • Plumagem flavística:

O flavismo é a perda parcial de melanina, sendo assim, é possível perceber levemente a cor original desse animal. Essa falta de melanina é suprida pela alta quantidade de carotenoides que impedem que a ave sofra por isso.

Já que conheceu um pouco mais sobre o grande beija-flor-tesoura. Você precisa compartilhar este artigo nas redes sociais. Seus amigos também querem conhecer a essa exuberância da natureza brasileira. Compartilhe!

 

Outros pássaros para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *