Beija-flor-cinza

O beija-flor-cinza é uma das espécies de ave mais comuns no Brasil, sendo muito encontrado em todas as regiões do país.

Não só podem ser animais solitários como também conseguem viver com seus pares por curtos períodos, pois não são monogâmicos.

Eles são animais que apresentam uma vocalização simples, porém, impressionante que é dividida em três partes: a do amanhecer, a advertência e o melodioso.

Com isso, é um animal forte e destemido que defende com unhas e dentes seus filhotes e seu espaço.

Se você quer descubra tudo sobre este animal, continue lendo o texto que trás informações essenciais e exclusivas. Confira!

 

Fisionomia do beija-flor-cinza

Como todos os beija-flores, as cores características dessa espécie podem ser mais bem percebidas em ambientes bem iluminados pelo sol, uma vez que em locais com pouca iluminação só é percebida a sua cor predominante, o cinza.

Entretanto, essa ave possui algumas partes em tons de um esverdeado brilhante, principalmente, na cabeça e nas costas. Acrescenta-se também, em suas características externas, uma leve mancha branca ao redor dos olhos.

As asas do beija-flor-cinza são grandes e largas em relação aos outros desse gênero, bem como sua cauda, os dois em cinza. Já seu bico apresenta uma leve curvatura para baixo, sendo ele em sua totalidade de cor preta.

Tamanho do Beija-flor-cinza

O tamanho dessa espécie é mediano em relação aos outros beija-flores, na medida em que possui cerca de 10 centímetros de comprimento.

Além disso, pesam de 02 a 06 gramas, sendo nessas características que se encontra a diferença entre macho e fêmea.

Dessa maneira, não existem peculiaridades bem expostas que diferem os dois sexos desse animal, porque ele não possui dimorfismo sexual. Assim, distingui-los só é possível pelo tamanho já que as fêmeas são levemente menores.

Beija-flor-cinza

De que se alimenta

A dieta dessa ave é simples, visto que a alimentação é constituída pelos carboidratos presentes no néctar das plantas o que garante sua importância ecológica. Não só no ofício de polinizar as flores, mas também no de espalhar as sementes pelo solo.

Também, essa ave possui em seus hábitos alimentares alguns pequenos artrópodes que conseguem capturar pela sua rapidez como:

  • Besouros;
  • Mosquitos;

Beija-flor-cinza

Reprodução

No período reprodutivo, a fêmea se encarrega de todo o trabalho, pois elas que constroem o ninho e cuidam dos ovos. Ainda por cima, elas colhem os materiais para o local de criação dos filhotes com folhas e teias de aranha.

E mais, colocam em média dois ovos de cor creme por período reprodutivo que pode acontecer mais de cinco vezes por ano. Desse modo, ela encuba os ovos por mais ou menos vinte dias e em quatro semanas os filhotes deixam o ninho.

Onde pode ser encontrado

O beija-flor-cinza é uma espécie muito encontrada no Brasil e pode ser percebida em diversos dos seus estados como:

  • Pernambuco;
  • Bahia;
  • Goiás;
  • Minas Gerais
  • Espírito Santo;
  • Rio de Janeiro;
  • Paraná;
  • Santa Catarina;
  • Rio Grande do Sul.

Beija-flor-cinza

Habitat natural

Apesar de ser endêmico do Brasil, também é possível ver essas aves em locais de floresta subtropicais úmidas e de baixa altitude.

Por isso, vivem nos arredores de matas úmidas e jardins que em sua maioria estão degradados pelo homem.

Modo de se comportar

Antes de mais nada, é importante destacar que esse animal gosta de ter seu território marcado, sem deixar que outros animais o acessem. Em vista disso, apesar de serem pequenos defendem a todo custo sua cria e seu espaço.

Não só entre si e com outros animais selvagens, mas também com os seres humanos costumam ser inquisitivos e curiosos. Logo, não costumam ter medo do animal dominador e maior, eles simplesmente avançam sobre qualquer um.

O beija-flor-cinza é uma ave presente na fauna de quase todos os estados brasileiros. Talvez você já tenha visto um desses, então saiba como identifica-los.

Como visto, o beija-flor-cinza é uma ave presente na fauna de quase todos os estados brasileiros. Talvez você já tenha visto um desses e agora vai conseguir como identificar este animal.

Então compartilhe com seus amigos este artigo em suas redes sociais. Eles também querem saber o que aprendeu. Compartilhe!

Outros pássaros para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *