Azulão

azulão

Esse pássaro chamado de Azulão é uma espécie com características próprias que o definem, inclusive, seu canto melodioso e sua aparência lhe ajuda a se destacar em seu habitat natural.

A ave pode ser encontrada no Brasil, sendo popularmente conhecido por azulão-bicudo ou bicudo-azulão, azulão-do-nordeste, azulão-do-sul, azulão-verdadeiro, azulão-da-mata, guarundi-azul, gurandi-azul, gurundi-azul ou tiatã.

Em contrapartida, o Azulão macho tem as penas azuis e a fêmea apresenta a cor marrom. Essa ave não vive em bandos e até mesmo seus filhotes devem achar outro local após crescerem.

azulão

Espécie

Esse pássaro, “azulão”, é da espécie Cyanocompsa brissonii e vive em áreas como brejos, plantações, brenhas ou em formações espessas.

Ao todo, são conhecidas cinco subespécies dessa ave, sendo que três delas estão presentes no Brasil.

  • A Cyanoloxia brissonii argentina, está presente na Bolívia, no Paraguai, no oeste do Brasil e na parte norte da Argentina. Caracterizada pelo azul-escuro da sua plumagem e por ter uma faixa cobalto na sua sobrancelha que segue até sua nuca.
  • Já a Cyanoloxia brissonii brissonii é encontrada na parte do Nordeste Brasileiro (Piauí e Ceará), podendo ser visto em Estados como a Bahia e Minas Gerais. A sua plumagem nesses locais é a azul-clara.
  • Cyanoloxia brissonii caucae é uma espécie encontrada na Colômbia. Apresenta um tamanho menor e uma coloração azulada que é mais brilhante em relação as espécies de outros locais.
  • Cyanoloxia brissonii sterea, por sua vez, está no leste e no sul do Brasil, podendo também ser encontrado no leste do Paraguai e no Nordeste da Argentina. A ave apresenta um azul mais escuro e um tamanho ligeiramente menor.
  • Cyanoloxia brissonii minor possui um azul mais brilhante e pode ser encontrada na Venezuela. Presente nas montanhas do norte, Sucre e em Monagas.

O seu nome científico tem origem do grego, onde kuanos significa azul escuro e loxia representa as palavras tentilhão de bico forte e/ou bico cruzado. Já brissonii é basicamente uma espécie de homenagem ao ornitólogo francês, Mathurin Jacques Brisson que estudou o Azulão em seus estudos científicos.

Dessa maneira, o nome científico desta espécie de árvore significa: Ave azul escuro que possui forte de Brisson.

Por sua vez, a espécie desta ave também é chamada de diversos nomes pelas pessoas que entram em contato com o animal. Por isso, o Azulão também é conhecido popularmente como:

  • Azulão-bicudo ou bicudo-azulão, azulão-do-nordeste, azulão-do-sul, azulão-verdadeiro, azulão-da-mata, guarundi-azul, gurandi-azul, gurundi-azul e tiatã.

Vale que situar que o nome popular do azulão pode variar conforme a região, localidade, município e estado de cada país que possui a sua espécie.

Em inglês, o Azulão é chamado simplesmente de Ultramarine Grosbeak.

Azulão

Onde o Azulão é encontrado?

No geral, o Azulão é encontrado em plantações, pântanos e em matas secundárias. Estão presentes nos seguintes países:

  • Brasil: Na parte nordeste e no centro até o Rio Grande do Sul;
  • Argentina: Norte e Nordeste;
  • Paraguai: No Chaco e no leste do país;
  • Bolívia: Parte oeste;
  • Venezuela: Nas montanhas, Sucre e Monagas.

Em cada um desses locais a sua plumagem e tamanho são diferentes. Logo, cada um deles possui características próprias do local onde estão inseridos. Além disso, o tamanho da ave também varia de acordo com o habitat dela.

Um exemplo deste cenário é que somente aqui no Brasil, as populações de Azulão do Sul do Brasil possuem estatura física corporal que é considerado mais avolumado, quando comparado às espécies que vivem na Região Nordeste do país.

azulão

Diferenças entre azulões

·       Azulão Fêmea

O Azulão fêmea possui uma cor parda e tem as partes inferiores do corpo em um tom mais claro. Os filhotes também apresentam essa mesma coloração.

azulão fêmea
Foto: Reprodução.

·       Azulão Macho

O Macho da espécie apresenta uma pelugem azul. Dependendo do seu habitat essa coloração fica mais brilhante ou mais clara. O bico do Azulão macho é avantajado e é bem escuro. Apresenta diferentes tamanhos de acordo com o local onde está inserido.

azulão macho
Foto: Reprodução.

Características

Esse pássaro é totalmente territorialista, ou seja, o local onde ele habita com sua parceira pertence somente ao casal e fillhotes.

Por esse motivo, o Azulão não vive em bandos. Após o filhote crescer, ele é na prática expulso e deverá procurar outro local para ficar.

O comprimento dessa ave pode chegar até 15 centímetros. Sua plumagem é azul escuro (macho) e pardo (fêmea e filhotes). Pode também apresentar tamanhos diferentes de acordo com o local inserido.

Desse modo, a espécie apresenta o chamado de dimorfismo sexual. Ou seja, são identificadas diferenças físicas ou morfológicas visivelmente evidentes que diferencie a gralha que macho ou fêmea.

Apesar de defender seu território contra a chegada e instalação de outros pássaros, o Azulão é dócil e apresenta um belo canto.

Por sua vez, seu bico é bem escuro e apresenta algumas partes mais claras em seu corpo, além do azul característico.

Caso tenha o desejo de encontrar o Azulão em seu habitat natural é necessário ir até beira de pântanos, plantações ou ir matas consideradas ou chamadas de secundárias próximas da cidade.

azulão
Foto: Reprodução.

Quanto tempo vive um Azulão?

A expectativa de vida do Azulão é de 20 anos, logicamente que depende muito do local de habitat e as condições do ambiente.

Lugares com mais proteção ambiental e melhores condições favorecem para aumentar a expectativa desses animais que atraem atenção das pessoas por conta de sua beleza.

azulão

Reprodução

Essa ave se reproduz em determinados períodos que vão do mês de setembro até fevereiro. O Azulão fêmea terá de 2 a 3 filhotes que nasceram dos ovos colocados em um ninho perto do chão.

Após um período de 13 a 15 dias os filhotes nascerão. Ao todo, poderão ser feitas até 4 ninhadas por temporada.

azulão

Qual o tempo de muda do Azulão?

Após a época da reprodução o Azulão fará a muda do bico e das penas que ocorre anualmente. Nesse período de transição, o pássaro precisará de procedimentos que facilitem a sua tarefa de alimentação.

Na época, os azulões que vivem na natureza poderão se juntar a bandos de outros pássaros para obter auxílio. No caso de serem colocados em gaiolas, eles requerem diversos cuidados e ajuda do tratador.

Como criar um Azulão?

Por se tratar de um animal silvestre é essencial ter autorização de órgãos ambientes como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Dessa maneira, ao desejar ter uma Gralha é essencial ter autorização para criar e quem sabe até comercializar esta ave.

Quem ousar criar uma ave desta espécie de pássaro em cativeiro precisa promover um espaço saudável, limpo e higienizado diariamente.

Os comedouros e também bebedouros obrigatoriamente precisam ser limpos regularmente.

A intenção é para evitar a formação de bolor ou qualquer tipo de bactéria que possa prejudicar a saúde dos animais que possivelmente poderá ser causada pelos restos de alimentos.

Além disso, haverá gastos especialmente elevados. Afinal, a ave é um animal silvestre que requer cuidados extremamente especiais.

Já em cativeiro é possível alimentar o Azulão com ração comercial que é facilmente encontradas e comercializadas em pet shops ou casas de animais.

Também é possível inserir na dieta desta ave alimentos como frutas, tenébrios e verduras, por exemplo.

O que deve agradar o animal em cativeiro, colaborando para aumentar o seu bem estar e consequentemente a sua saúde.

Além disso, é preciso ter playgrounds para pássaros e a gaiola precisa ser espaçosa para a ave conseguir sobrevoar.

Em especial esta ave precisa tomar banhos para manter sua saúde. Então é preciso ter uma espécie de banheira dentro dos cativeiros.

A água e a banheira do azulão precisam estar higienizadas e limpas, pois este animal é supersensível e precisa se refrescar.

Vale lembrar que estas aves conseguem sobreviver e se adaptar em gaiolas, assim como em cativeiros desde que sejam atendidas suas necessidades aqui indicadas.

É necessário tomar cuidado com a criação de outros animais dentro do mesmo cativeiro, pois eles são muito territoriais. Caso não sejam respeitados, estes animais podem se tornar extremamente violento e feroz com os animais ou pessoas que consideram intruso.

Só devem ser receptivos com azulões que são do gênero oposto, inclusive, é importante ser criado junto com parceiro ou parceira. Eles gostam de uma companhia.

Canto do Azulão

O Azulão tem um dos cantos mais lindos da natureza. Os sons variam de acordo com a região onde ele está inserido. Pode ser mais longo ou apresentar apenas uma bela melodia.

A divisão do canto desse pássaro é feita de duas formas:

  • Normal: Uma frase que possui até 10 notas repetidas em vários tons, sendo o mais comum de ser cantado por eles;
  • Canto em Surdina/Alvorada: Esse é um dos sons mais bonitos já ouvidos na natureza. Aqui o Azulão consegue cantar até 2 minutos sem parar, soando 6 lindas notas. Nisso pode ocorrer um efeito de que o canto está perto e depois parece estar longe.

Lembrando que o canto dele é feito de diferentes modos durante a madrugada. Esse som melodioso e sonoro torna esse pássaro uma espécie que tem um dos cantos mais bonitos.

 

Considerações finais

Os azulões não estão na lista de extinção até o momento. Porém, por conta de sua beleza são procurados regularmente pelas pessoas do tráfico ilegal de animais.

Para combater este tipo de crime é essencial contar com apoio da população que não deve comprar este animal em feiras ou estabelecimentos.

Outros pássaros para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *