Periquito Inglês

Periquito Inglês

Para quem deseja ter um periquito inglês em casa, conhecer mais sobre o seu estilo de vida, alimentação e características é primordial para tornar a vida em cativeiro da ave o mais agradável possível.

Mesmo sendo uma ave tão acostumada à vida em gaiolas, saber mais sobre os seus hábitos ajudará a você deixar o animal mais bem instalado e tranquilo.

É possível considerar que esta espécie é uma forma mais ornamentada do periquito australiano, pois ambos se assemelham muito na aparência, porém, o periquito inglês possui cores e detalhes mais chamativos.

Esta ave é pertencente à família Psittacidae, que tem como característica principal a sua longa cauda.

O pássaro é uma excelente espécie de periquito para ter em casa, já que seu comportamento é calmo e tende a ser um passo mais silencioso.

Porém, o periquito inglês necessita de um ambiente seco e arejado para viverem bem e comida em abundância para não adoecerem.

Então, se você quer conhecer um pouco mais sobre o periquito inglês é só continuar a leitura deste artigo. Confira!

Periquito Inglês

Características do periquito inglês

O periquito inglês pode ter um porte grande, médio ou pequeno, onde tudo irá depender do tamanho do animal que você deseja para cuidar.

Esta é uma ave que se assemelha em muito as espécies de periquitos criados nos anos 80 e 90, porém, mais evoluído, com penas curtas e a cabeça com um pequeno topete de penas e voltados para cima.

Ele também possui uma postura muito imponente e bonita no poleiro, com o peito inflado fica muito belo de ser admirado.

A média de tamanho é de cerca de 18 cm, mas como já viu este tamanho pode variar para mais ou para menos.

Como em outras espécies de periquitos, aqui a fêmea é consideravelmente maior e mais pesada, chegando à casa dos 24 a 40 gramas. Enquanto os machos não passam de marcas de 22 e 34 gramas.

As penas da parte do corpo do periquito inglês é o que dá todo o charme ao animal, parecendo uma túnica volumosa que recai sobre o pássaro.

Já em relação às cores, estas podem variar de acordo com o tipo do periquito, deste um tom de cinza claro até o mais exótico azul.

Porém, é possível achar tipos de periquito inglês em tons de amarelo e verde, como os periquitos que costumamos ver ao ar livre.

As manchas em suas bochechas é outra característica do animal que o difere dos demais da espécie.

Estas manchas são três pontos pretos que descem até o pescoço do animal e recebem o nome técnico de “pontos da garganta”.

Sua cauda é a parte que mais chama a atenção, longa e imponente, podendo ter tons de azul escuro com alguns tons de amarelo.

É importante lembrar que as cores e detalhes do periquito inglês podem variar muito do tipo de periquito.

Já em relação ao seu bico, o mesmo não se projeta muito à frente em decorrência das penas que recobrem a face do animal. Porém, é afiado e permite ao periquito se alimentar de frutas e legumes.

Como o periquito inglês é um dos favoritos quando se fala em aves domésticas, a espécie vem passando por várias seleções artificiais que o deixaram perfeito para o convívio doméstico, sendo até mesmo possível ensiná-lo a falar.

Periquito Inglês macho e femea
Foto: Reprodução

Tipos de periquitos

Como citamos acima existe mais de um tipo de periquito inglês, sendo que é uma forma mais bem ornamentada do periquito australiano.

O australiano propriamente possui cores mais simples como, por exemplo, o amarelo e verde, mas as características físicas são as mesmas do inglês.

Da mesma espécie, ambos os tipos de periquitos, descendem do periquito comum, aquele que pode ser facilmente encontrado ao ar livre.

periquito australiano

Como criar um periquito inglês?

Por se tratar de um animal silvestre é essencial ter autorização de órgãos ambientes internacionais, inclusive, é preciso procurar o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Além disso, também é essencial ter autorização de Secretarias do Meio Ambiente do Governo Federal, bem como de seu estado e também município em que reside.

Porém, aqui no Brasil, o periquito inglês é considerado um animal Pets e, logo, pode ser comercializado facilmente em casas de animais, uma vez que não é um animal estrangeiro.

Mesmo assim, vale lembrar que ao criar esta espécie em cativeiro é preciso promover um espaço saudável, limpo e higienizado diariamente.

Quem desejar criar este animal é importante ter a consciência que por se tratar de um animal australiano, o periquito inglês (fêmea e/ou macho) precisa de cuidados diários específicos, requerendo certo tempo de dedicação.

Além disso, é essencial realizar gastos financeiros para manter sua saúde e bem-estar deste pássaro, principalmente por estar entre o convívio de seres humanos que retiraram do seu habitat natural.

Periquito Inglês

Como alimentar corretamente o Periquito

A alimentação do periquito inglês deve ser balanceada e a mais variada possível para manter uma boa saúde do animal.

Entretanto, você pode usar as medidas: 40% alpiste, 40% painço e 20% de aveia para se orientar caso seja um novato no assunto.

Fora os grãos, o periquito necessita se alimentar de legumes e vegetais como milho, cenoura e beterraba, não necessitando ter medo uma vez que seu bico é supor potente.

Também você pode oferecer compostos caseiros ricos em Cálcio, Vitamina E e Ferro para evitar anemias e deixá-lo forte. Estes compostos são facilmente encontrados em casas de ração e podem ser misturados na aveia ou no alpiste.

Quando estão livres em seu habitat natural, a espécie de pássaro costuma ter uma dieta concentrada em sementes de gramíneas.

Eles têm hábitos diurnos, cujo qual no período dia saem a procura alimento para filhotes e na noite descansa.

Vale lembrar que este animal precisa dormir corretamente quando criados entre os seres humanos. Os pássaros precisam dormir para manter sua saúde e bem-estar.

Como alimentar corretamente o Periquito
Foto: Divulgação wikiHow.

Quanto custa um periquito inglês?

O preço a ser pago pelo Periquito Inglês vai depender muito da sua região, mas a média varia entre R$ 80,00 a R$ 100,00.

A criação e comércio devem ser regulados pelo IBAMA, mesmo sendo um animal Pet por se tratar de um animal que não nativo. Então, procure não adquirir seu animal pela internet.

É necessário procurar uma casa de animal ou criador confiável que realiza a venda de animais autorizados.

Não se esqueça de solicitar toda a documentação que autoriza a criação do animal, bem como até a nota fiscal que eventualmente pode ser solicitada por alguma fiscalização.

Reprodução da ave

A reprodução desta ave acontece de forma geral apenas em colônias de criação, onde se é criado um ambiente mais precioso para isto e também para manter a espécie a mais pura possível.

O primeiro ovo é botado cerca de 20 dias após a reprodução, sendo em média seis ovos em um total por fêmea.

Vale lembrar que entram no período de reprodutivo entre os meses de junho e setembro ou agosto até janeiro.

Para identificar que estão no período fértil, esta espécie de ave tem o costume de comer a comida e, em seguida, regurgitam no bico do outro companheiro.

Dessa forma, quando observar este comportamento você já deve procurar desenvolver um ambiente propício para acasalamento e reprodução.

Quando livres na natureza possuem a preferência por construir seu ninho em postes, buracos de árvores ou troncos caídos no chão.

No geral, os ovos possuem entre 1 a 2 centímetros de comprimento. Eles também possuem tonalidade de branco-perolados.

O interessante é que as aves fêmeas do periquito inglês tem a capacidade de colocar ovos até mesmo em ambientes que não existe um macho. Porém, os ovos não são fertilizados e, por consequência, não conseguem eclodir.

Também é importante saber que as posturas de ovos acontecem em dias rotativos, principalmente, após o primeiro ser posto, sendo que é possível levar de 2 a 3 dias para o próximo ovo.

Periquito Inglês

Qual a gaiola ideal para o pássaro inglês?

O tamanho mínimo de uma gaiola para a criação do periquito inglês é de 80 cm de comprimento por 45 cm de altura e 36 cm de profundidade, com poleiro e comedouro e bebedouro.

Entretanto, podem ser usadas gaiolas menores, dependendo do tamanho da sua ave, mas muito exageradamente pequeno, tenha sempre como padrão as medidas acima.

Agora que você já conhece mais sobre esta fabulosa ave, você já tem condições de mantê-la em casa com as condições necessárias para tornar a sua vida o mais agradável possível.

Considerações finais

Conheça algumas curiosidades sobre o periquito inglês, veja:

São frequentemente confundidos com o periquito australiano;

  • A principal diferença entre o periquito australiano é que o inglês possui suas penas mais longas que são também bastantes macias e direcionadas. E mais, o periquito inglês tem quantidade maior de penas ao lado do bico, tendo sua cabeça limpa.
  • Quando criado em gaiolas, cativeiro ou viveiro. É preciso ir até uma loja de animais para comprar o maior ninho que existe no mercado de aves;
  • No geral, a maioria dos ninhos vendidos é pequena e conseguem ser até desconfortáveis aos periquitos;
  • Qualquer alimentação oferecida precisa estar bem higienizada e mais fresca possível;
  • A limpeza e higiene precisam ser rotinas diárias do criador para manter o bem-estar e saúde do animal.

Gostou das informações sobre o periquito inglês? Então compartilha este vídeo com seus amigos nas redes sociais e deixa seu comentário abaixo!

Outros pássaros para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *