Galinha Peloco

PELOCO

A Peloco é uma raça de galinha do Brasil que segue em fase de observação para saber mais detalhes sobre a espécie.

Contudo, este artigo traz alguns dados bem curiosos sobre essa ave, então continue sua leitura e conheça mais sobre ela.

De onde vem o nome Peloco?

Esse nome foi dado pelos moradores locais da região onde essa raça de galinhas foi encontrada em um quilombo da cidade de Itacaré, na Bahia.

De modo que um dos aspectos que a destaca é a perda de suas penas.

Algumas dessas aves já são totalmente depenadas quando adultas, mas isso é um processo natural, visto que ocorre para elas se adaptarem ao ambiente.

Qual a sua origem?

A galinha Peloco descende das aves que vieram para o continente na época da colonização.

Todavia, ela é nativa do Brasil, foi encontrada na Bahia por cidadãos de uma comunidade quilombola e agora está sob pesquisas.

galinha peloco
A galinha Peloco é uma ave nativa do Brasil na Bahia. Imagem de Daisy no Pexels.

O que mostram os estudos da galinha Peloco?

A galinha Peloco está sob estudos pela Uesb (Universidade do Estado da Bahia) tanto para recuperação da espécie quanto para aprimorar seus genes.

Contudo, as pesquisas sobre essa raça conta também com outros resultados, por exemplo:

  • Podem ser criadas como galinha caipira;
  • Têm pouca gordura e muita carne;
  • Ideal para pequenos produtores.

Entre outros aspectos que destacam essa ave rara, no entanto, ela continua sob observação para obter mais detalhes sobre ela, bem como preservá-la.

Aprimorar a genética da Peloco

Todas as galinhas nativas do Brasil ainda estão sob estudos e pouco se sabe a respeito delas, com a Peloco não é diferente.

Mas, os pesquisadores buscam aprimorar os genes dessa ave e tirar fatores de mutação para conservar e multiplicar a espécie.

Qual o seu valor genético?

Conservar e multiplicar essa ave nativa do Brasil é vital para que os estudos sobre seus genes identifiquem sua composição, bem como o seu uso.

Além disso, as pesquisas trazem vantagens para os animais que ajudam a aprimorar a própria raça e a criação de novas.

A importância de aprimorar a espécie

Com os estudos sobre a espécie, os pesquisadores buscam aprimorar seus genes para que eles fiquem mais resistentes a ambientes diversos.

Contudo, isso irá ajudar em avanços, como cruzar com mais cuidado e da forma certa para obter aves com genes mais fortes.

Outro fator sobre a importância dessas aves é a vantagem que trará para o pequeno produtor.

Afinal, é possível criar elas no mesmo tipo de sistema que as caipiras.

O que dá a eles um baixo custo e gera uma boa renda tanto na venda de ovos quanto de galinhas.

Fácil adaptação a ambientes

Os estudos sobre essa ave também mostram que ela é de fácil adaptação às diferentes regiões de bioma e também do clima.

Por isso, a criação da espécie pode ser muito vantajosa para os pequenos produtores rurais terem uma renda com essa galinha.

YouTube video

Quais as características da galinha Peloco?

A galinha Peloco é uma ave bem rústica e tem como um de seus aspectos mais notáveis a ausência de penas.

Esse animal também possui uma grande resistência a altas temperaturas, além da adaptação a ambientes com a presença de parasitas.

Elas possuem muitas variações fenotípicas, o que sugere que haja uma grande diversidade dos seus genes, por isso, os estudos seguem.

Assim, é comum encontrar galinhas dessa raça com penugem mais lisa ou frisada, além de ser uma ave de muitas cores.

Outro aspecto de destaque é em relação a sua crista, ao passo que nos machos são maiores do que nas fêmeas.

Contudo, elas podem gerar entre 180 a 230 ovos por ano, além de possuir uma grande habilidade materna após o choco.

Um frango de carne negra

Os estudos sobre essa galinha mostram que ela possui uma variação genética de um frango com carne escura ou até mesmo vísceras.

O que o torna essa uma das espécies de pássaros exóticos mais curiosas.

Avalie este pássaro: post

Outros pássaros para você:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *