Coruja-do-mato

Coruja-do-mato

A coruja-do-mato, também chamada de strix virgata, é uma ave predominante em ambientes neotropicais.

Ela pode ser vista em algumas partes do mundo e, com certa frequência, no Brasil.

Então, conheça mais sobre a espécie neste artigo.

coruja do mato com parceiro
Corujinha-do-mato (foto: https://focusingonwildlife.com/news/alilicucu-comun-tropical-screech-owl-megascops-choliba-3/)

O que significa coruja-do-mato?

A coruja-do-mato é do tipo strigiforme, ou seja, é uma ave de rapina que se destaca pela sua audição bastante especializada.

Além disso, atende pelo nome científico “Strix Virgata”, mas também por outros, como:

  • Coruja de bigodes;
  • Mocho carijó;
  • Mocho do mato.

Essa espécie está em várias regiões brasileiras.

Desse modo, ela pode fazer morada em florestas e até mesmo em áreas abertas que contenham árvores.

A alta capacidade de caça dessa espécie de ave para capturar as suas presas é uma das suas características mais admiráveis.

Mas, ela também apresenta outros papéis importantes na natureza. Então, vale a pena conhecer um pouco mais.

YouTube video

Subespécies internacionais e nacionais da coruja-do-mato

As 7 subespécies da coruja-do-mato são vistas como variações dessa mesma ave com diferentes caminhos evolutivos.

Assim, a nível internacional é possível encontrar algumas de suas diferenciações em países como:

  • México: squalumata e tamaulipensis;
  • México e Panamá: centralis;
  • Equador, Panamá, Colômbia, Venezuela, Trinidad: virgata.

No Brasil, apesar de pouco falado, também existem registros de variantes dessa espécie em distintas localidades.

Assim, as principais são a superciliaris, macconnelli e torelliana.

Imagem de uma coruja-do-mato na natureza
A coruja-do-mato pode ser encontrada em diferentes partes do país. Imagem do Unsplash

Quais as características da coruja-do-mato?

A coruja-do-mato possui o entorno do seu disco facial na cor branca/clara e grandes supercílios, os quais unidos formam um “V” em sua testa.

Outra característica interessante é que elas não possuem orelhas visíveis em formato de tufos como algumas outras espécies.

Além disso, a sua plumagem é rugosa e seus olhos são, geralmente, marrom escuros.

Altura e peso da coruna

A altura e peso da coruja-do-mato costumam variar de acordo com o seu gênero.

Assim, as que são identificadas como macho costumam ter entre 33 e 41 cm com 220 a 350g.

Enquanto você pode ver fêmeas com 32 a 38 cm e 308 a 370g.

Coruja-do-mato X Coruja listrada

A coruja-do-mato é muito confundida com a coruja listrada devido à semelhança entre as duas espécies.

Mas, é possível diferenciá-las pela característica da sua vocalização, uma vez que a da segunda citada é bastante aguda.

YouTube video

O que a coruja-do-mato come?

A sua alimentação pode variar muito e é composta quase sempre de mamíferos menores, grandes insetos e, até mesmo, alguns répteis.

Assim, as suas principais fontes de sustento são:

  • Morcegos;
  • Besouros;
  • Gafanhotos;
  • Grilos;
  • Cobras.

Além desses animais, também é possível que ela se alimente de alguns anfíbios e aves.

Pois, a habilidade avançada de caça dessa espécie a torna uma grande predadora.

Alta capacidade de caça da coruja

A coruja-do-mato possui uma notória capacidade de capturar as suas refeições.

Esse fato se dá principalmente pela sua visão aguçada e anatomia que a permite girar a cabeça em um ângulo de até 270º.

Como ela consegue enxergar bem com longas distâncias, costuma ficar à espreita em cima de poleiros.

Mas, também usa as clareiras ou até mesmo as bordas da mata.

Assim, ao visualizar seu alimento, seja no solo ou no ar, investe e não os perde.

Coruja a sua contribuição para os centros urbanos

Devido ao seu tipo de alimentação, ela ajuda as pessoas no controle de insetos e baratas e, ainda, animais perigosos.

Além disso, assim como outros tipos de bichos, mantém sob controle o crescimento da população de suas presas.

corujinha_do_mato_strigidae_megascops_choliba_passarosexoticos
Foto: Cristiano Voitina

Como cuidar de uma coruja-do-mato?

Caso você precise cuidar de uma coruja-do-mato, é necessário fornecê-la um local natural no qual ela possa caçar e se nutrir de modo adequado.

Então, a área deve conter árvores, e também insetos e pequenos mamíferos dos quais ela possa se alimentar.

É importante ressaltar que essa espécie de ave é para viver na natureza.

Então, caso haja necessidade de cuidados em cativeiro, é preciso buscar órgãos especializados para verificar a situação e legalizá-la ou não.

Imagem de uma coruja-do-mato em um ninho de árvore na natureza

A coruja-do-mato costuma fazer morada em árvores. Imagem do Unsplash

Onde é encontrada a coruja-do-mato?

Essa espécie possui grande predominância no Brasil e pode ser vista na maioria das regiões do país.

Mas, você também pode achá-la em outras partes do mundo, como na América Central.

Morada da coruja

É possível encontrá-la em diversos locais, como matas secas e florestas primárias ou secundárias, nas quais a altitude do mar é de até 800m.

Mas, geralmente, são vistas em locais arborizados e úmidos de planície.

Também residem em partes do meio urbano.

Uma das principais características da coruja-do-mato é que ela consegue fazer morada nos mais diversos habitats.

Por esse motivo, é possível vê-las em diferentes localidades como áreas abertas, locais de cultivo de cacau e, até mesmo, em cidades.

Hábitos da coruja

Essas espécies de corujas, têm o costume de caçar a partir do entardecer.

Esse fato, a ajuda na captura de suas presas, como insetos, que costumam ficar próximos ao poste de luz.

Em dias mais quentes, podem ser vistas no alto de poleiros com em média 2 metros de altura.

coruja do mato com parceiro
Corujinha-do-mato (foto: https://focusingonwildlife.com/news/alilicucu-comun-tropical-screech-owl-megascops-choliba-3/)

Como a coruja-do-mato se reproduz?

De acordo com o portal Wiki Aves, é possível sugerir que o momento reprodutivo da coruja-do-mato seja mais comum entre a primavera e o verão.

Além disso, é nesse período que o pássaro emite mais vocalização.

Elas costumam utilizar partes ocas de árvores ou palmeiras para criar seus ninhos.

Mas, também podem se apropriar dos que pertenceram a outras aves.

Filhotes de coruja

Os filhotes de coruja-do-mato, geralmente, já deixam os seus locais de nascimento com em média quatro ou cinco semanas de vida.

A partir disso, passam a contar com a alimentação fornecida pelos seus pais.

corujinha do mato
Corujinha-do-mato (foto: https://guiabirdingbrasil.com.br/corujinha-megascops-choliba-filipino-3/)

Como as corujas se defendem dos seus predadores?

Apesar de buscar fazer morada em locais mais escondidos, as suas crias podem ser vítimas de predadores frequentes, como o gavião.

Então, geralmente, os meios usados para defesa são: expandir a plumagem para aumentar o tamanho e emitir altos ruídos.

Canto da coruja-do-mato

A voz é um dos principais meios de identificar essa espécie.

Pois, a sua vocalização apresenta um volume que cresce e diminui de modo respectivo com sons graves e que ressoam.

Em contrapartida, os machos costumam vocalizar menos que as fêmeas.

São emitidas entre 5 e 6 notas em intervalos constantes.

Assim, as duas notas centrais são as mais fortes, enquanto as últimas são as mais fracas.

Além disso, ela também pode apresentar um gemido rápido e suave aos ouvidos.

4.2/5 - (4 votes)

Outros pássaros para você:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *