Coruja-listrada

coruja-listrada

A coruja-listrada é uma ave de hábitos noturnos, nativa da América do Sul e integra uma das 22 espécies do gênero presentes no Brasil.

Além disso, Strix hylophila, o seu nome científico, significa “corujas que gostam da mata”, em referência ao seu habitat natural.

Quais são as características da coruja-listrada?

Essa coruja também é conhecida pelo nome de mocho-listrado, justamente pela sua plumagem de listras castanho-negras bem nítidas na parte inferior do seu corpo.

Porém, a sua coloração geral é castanho-avermelhada no dorso, cabeça, cauda e asas, além de linhas concêntricas ao redor dos olhos de cor escura.

YouTube video

A coruja-listrada possui penas brancas em seu pescoço que se evidenciam quando ela vocaliza.

Contudo, apesar de ser de médio porte, existem diferenças nítidas no tamanho de acordo com o seu sexo, por exemplo:

  • O macho possui de 32 a 37,6 cm com 249 a 340 g;
  • A fêmea possui de 33 a 38,6 cm com 276 a 395 g.

Essa ave de rapina possui os ouvidos muito desenvolvidos, desse modo, é considerada a que tem a melhor capacidade de audição dentre todas do gênero.

Por isso, ela é capaz de captar ruídos distantes, como o som das suas presas que se movem na floresta.

Como é o canto da coruja-listrada?

Essa coruja emite uma sequência grave e rouca que se inicia com notas de volume crescente.

Logo após um pequeno intervalo, ela vocaliza ruídos em tom decrescente.

Quais são os hábitos da coruja-listrada?

Essa é uma das espécies de aves que sofre risco de extinção que possui hábitos noturnos e durante o dia se esconde em buracos, na folhagem das árvores ou troncos para camuflagem.

Além disso, ela divide o seu espaço nas florestas com outras corujas grandes sem problemas.

O que a coruja-listrada faz durante a noite?

Esse animal, também conhecido como corujão, graças aos seus hábitos noturnos, é chamado, como outras corujas, de “rainha da noite”.

Portanto, ela possui uma visão bem adaptada à escuridão, o que a torna capaz de capturar as suas presas apenas com a luminosidade da Lua.

Como é o voo das corujas?

As corujas são aves que se destacam pelo seu voo bem silencioso, devido ao fato de apresentarem uma plumagem macia.

Então, isso garante que elas não sejam percebidas pelas suas presas com facilidade.

coruja-listrada em cima da árvore
A coruja-listrada é uma ótima caçadora noturna, graças à suas audição e visão aguçadas, além do pescoço que gira em um ângulo de 270°. Imagem do site EcoRegistros

Qual o habitat da coruja-listrada?

A coruja desta espécie vive na Mata Atlântica e possui preferência pelas matas-de-araucárias, onde ela costuma ser mais comum.

Entretanto, há registros na cidade de Anápolis, no estado de Goiás, no Cerrado, o que indica a sua presença em uma área de ocorrência maior.

A distribuição geográfica da coruja-listrada

Essa ave está presente em matas de maior altitude na região que abrange o Sudeste e o Sul do Brasil, com algumas ocorrências no Centro-Oeste.

Além disso, ela pode ser encontrada no Paraguai e na Argentina.

A coruja mocho-listrado é uma espécie rara, principalmente porque a sua população está muito reduzida com o desmatamento da Mata Atlântica.

Então, a degradação do seu habitat natural faz com ela esteja sob ameaça de extinção.

Como é a alimentação das corujas?

A dieta dessas aves pode variar conforme a espécie e a região, no entanto, são predadoras exemplares que se alimentam a partir de poleiros fixos e elevados.

Por exemplo, a coruja mocho-listrado caça os seguintes animais:

  • Roedores;
  • Marsupiais;
  • Insetos;
  • Aves pequenas;
  • Lagartos;
  • Morcegos.

As corujas capturam e matam as suas presas com a ajuda das suas garras e bicos fortes.

Porém, elas não as despedaçam, já que conseguem engoli-las por inteiro quando não são muito grandes.

Como é a reprodução da coruja-listrada?

A reprodução desta ave predadora, com muitas vocalizações de acasalamento, ocorre entre agosto e outubro, quando põe de dois a três ovos.

Contudo, há um intervalo de até dois dias entre a postura de cada um deles, que são incubados pela fêmea por cerca de 29 dias.

Após isso, os filhotes saem do ninho com 35 dias de vida, tornam-se independentes depois de quatro meses e atingem maturidade sexual com um ano.

O macho não incuba os ovos, mas é o responsável por alimentar a fêmea neste período.

A princípio, quando os filhotes nascem, somente ela cuida e alimenta a ninhada, no entanto, posteriormente, o macho ajuda também.

A coruja-listrada não constrói ninhos

Esse pássaro não constrói ninhos, então, aproveita aqueles que foram de outras aves ou põe os ovos em cavidades no solo.

Acima de tudo, durante a reprodução, machos e fêmeas defendem com muita energia a sua ninhada.

coruja-listrada empoleirada em cima da árvore
A coruja-listrada prefere ficar em galhos mais elevados para poder ter uma visão abrangente e conseguir detectar melhor a sua presa. Imagem de luis.impa.br

O simbolismo que envolve a coruja

A coruja está cercada de misticismo, enquanto alguns a relacionam com o conhecimento e a sabedoria, outros a ligam à morte, azar e bruxaria.

Desse modo, a relação com o mau agouro se deve ao fato de essa ave possuir hábitos noturnos e uma vocalização que muitos consideram sombria.

A coruja é representada desde a Pré-história

As pinturas rupestres de mais de 20 mil anos já retratavam as corujas, assim como os hieróglifos egípcios.

Com certeza, na Grécia Antiga, essa ave foi muito importante, pois era a companheira da deusa Atena, onde tornou-se símbolo de conhecimento e sabedoria.

Os problemas dos mitos negativos que envolvem as corujas

Esses pássaros exóticos estão presentes no imaginário coletivo e devido à associações com elementos negativos, muitas corujas são mortas por superstição.

Por isso, é muito importante acabar com a ignorância, conhecer melhor esse animal fantástico e cobrar políticas de preservação que garantam a proteção dessa espécie.

4.5/5 - (2 votes)

Outros pássaros para você:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *