Coruja-anã

A Coruja-anã (Glaucidium gnoma) é uma ave belíssima que possui um temperamento forte.

Também são, muitas vezes, relacionadas a crenças populares e simbologias como, por exemplo, nas lendas e contos, onde são associadas à sabedoria.

No entanto, em alguns países da América-Central a pequena coruja-anã simboliza mau agouro e acaba sendo vítima de maltrato.

Tudo isso, ocorre porque ela habita regiões consideradas demasiadamente supersticiosas.

Logo, continue lendo este artigo, uma vez que falaremos sobre esta bela ave da natureza.

Aqui vamos conhecer suas características, hábitos, sua alimentação e como funciona sua reprodução. Confira!

Coruja-anã

Atributos da coruja-anã

A coruja-anã ou coruja pigmeus é considerada ave de rapina por se alimentar de outros animais.

Além disso, não chegam a 15 cm de cumprimento, sendo literalmente a menor coruja existente.

Já a fêmea, ela pode alcançar até 17cm de cumprimento e pesar cerca de 55 gramas, podendo passar esse valor.

No entanto, a coruja-anão macho e fêmea possuem uma curvatura de aproximadamente 35 cm em média.

Coruja-anã

Característica física

Essa espécie de coruja-anã possui uma coloração que pode a confundir com um pombo.

Entretanto, para não cometer esses pequenos erros, aqui, estão seus atributos físicos e únicos.

  • Olhos amarelos;
  • Bico verde-amarelo;
  • Pigmentação acinzentadas;
  • Bordas com coloração marrom-vermelho;
  • Penas ao longo da barriga branco;
  • O pescoço possui 2 manchas pretas;
  • Pernas cobertas de plumas até os 4 dedos do pé.

Comportamento

Embora seja uma ave de pequena, essa coruja-anã é uma espécie agressiva que não tem medo de atacar outros animais.

Em contraste a outras corujas que fogem quando se sentem ameaçadas, ela é mais propensa à agressão.

Essa coruja é mais ativa durante a noite até alvorecer e não gosta de ficar visível a animais e humanos.

Também é muito discreta e só percebemos sua presença por causa do ruído alto que produzem.

Coruja-anã

Características gerais da espécie

Oriunda de países como: Estados Unidos, Honduras, Canadá, México e Guatemala.

A pequena coruja-anã tem uma visibilidade maior em terra alta e no México Central, Novo México, Arizona, Chihuahua, Nuevo León.

Ela gosta de estar na copa das árvores em regiões florestais abertas, ou seja, não entram em mata fechada.

Além disso, tem preferencias por ambientes tropicais, zonas úmidas, savana e montanhas rochosas.

Alimentação

A coruja-anã dessa espécie pode ser muito seletiva em relação à alimentação.

Este pássaro é muito forte, sendo capaz de caçar e se alimentar de animais três vezes maiores.

Diferente de algumas outras corujas, essa em particular não se utiliza do elemento surpresa para atacar suas presas.

Afinal, apenas a sua plumagem ruidosa, pode mostrar as presas que este pequeno predador está por perto.

Ela é uma ave muito paciente na hora da caça, podendo ficar horas até que encontre um alimento. Dentro do seu cardápio podemos citar:

  • Coelho;
  • Pássaros;
  • Pequenos répteis;
  • Ratos;
  • Grilo;
  • Besouro;

Por sua vez, durante o ataque, usa suas garras afiadas para agarrar o animal e perfura-lo, enquanto o leva para um lugar privado.

Assim, este pássaro pode até fazer a degustação da sua presa sem ser perturbada.

coruja anã

Reprodução da Coruja-anã

A coruja-anã vive sozinha, sendo encontrando outras corujas somente no período de acasalamento.

Também nessa fase o chamado deles fica ainda forte, e quando o casal reponha um ao outro, eles acasalam.

Em resposta a união deles, a fêmea é capaz de fecundar de três a sete ovos.

Além disso, durante incubação a fêmea é que cuida dos ovos e o macho traz o alimento.

Para chocar o ovo, o casal procura um ninho, normalmente buracos preparados por pica-paus em trocos de árvores.

E mais, esta espécie leva, em média, cerca de 30 dias para os ovos eclodirem.

Ao nascer, o filhote leva apenas algumas semanas para alcançar metade do tamanho dos pais.

Isso se deve a velocidade com que essas pequenas corujas levam para evoluírem.

Como visto você acompanhou um guia com todas as informações sobre a coruja-anã.

Esta é a hora de mostrar aos seus amigos o que aprendeu sobre este querido animal.

Compartilhe este artigo em suas redes sociais e não se esqueça de deixar seu comentário no post!

Outros pássaros para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *