Cacatua-das-palmeiras

A cacatua-das-palmeiras que também é conhecida popularmente como: cacatua-preta da palma, cacatua da palma, cacatua de goliath, grande-cacatua-preta.

É uma espécie da família Cacatuidae nativa da Oceania.

Por ser uma ave exótica que pode ser domesticada, entrou na lista de animais que correm risco de extinção da União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN).

O animal está na lista devido ao desmatamento e mineração que provoca a perda seu habitat e ainda são utilizadas como produtos para comércio ilegal do tráfico de animais.

Ameaçada de extinção a cacatua-das-palmeiras pode ser comprada legalmente. Saiba como se comporta, alimenta e suas principais características dessa ave.

Características da cacatua-das-palmeiras

A cacatua-das-palmeiras ou Probosciger aterrimus pode chegar à altura de 54 a 61 cm, sendo uma das principais características dessa ave a crista que pode medir até 15 cm.

Essa espécie, em geral, não possui dimorfismo sexual, tendo apenas diferença no tamanho. Abaixo temos algumas das suas inconfundíveis particularidades.

  • Possui plumagem preto-acinzentado;
  • Bico cinza escuro;
  • Bochecha lisa e vermelha;
  • Crista longa e fina encurvada para trás;
  • Língua preta e vermelha na ponta;
  • Testa com penas pretas;
  • Seus Pés são cinza.

O animal é considerado a maior das espécies de cacatuas, ela possui nomes alternativos dependo da região em que se encontra.

Além disso, essas aves possuem uma capacidade incrível para reproduzir sequências musicais.

Esse atributo ocorre geralmente no ritual de acasalamento onde o macho desempenham uma performance musical chamando a atenção da fêmea.

Assim, ele desenvolve um solo de bateria incrível, para ser escolhido por uma parceira.

O macho da espécie constrói instrumentos a partir de galhos que ele quebra das árvores.

Esse galho é usado como baqueta, moldada de forma que ele consiga manusear batendo em troncos de árvores para emitir um som semelhante a bateria.

Cacatua-das-palmeiras

Distribuição da cacatua negra

Essa maravilhosa espécie de cacatua pode ser encontrada na Oceania, sendo uma ave originaria de países como, por exemplo, Austrália, Papua Nova-Guiné, Ilhas de Misool e Ilhas de Aru.

A cacatua-das-palmeiras vive em regiões florestas de montanhas altas, florestas tropicais, manguezais e selva.

Dessa forma, a espécie só usa ninho que ela faz dentro de buracos em troncos, em época de acasalamento.

Essas aves podem viajar sozinhas com o parceiro ou grupos de até 06 pássaros.

Também gostam de se reunir uma hora após o sol nascer na copa das árvores.

Em época de reprodução que ocorre entre os meses fevereiro e agosto o as cacatuas podem usar o mesmo ninho.

Além disso, a fêmea fecunda um único ovo e a reprodução ocorre a cada dois anos.

As cacatuas são uma das espécies monogâmicas, ou seja, possuem apenas um parceiro a vida toda, além de serem sensíveis a música.

No entanto, essa ave corre risco de extinção, entrando para IUCN (lista Vermelha da União Internacional para a Conservação), visto que seu habitat acaba sendo destruído por conta da mineração e desmatamento.

Cacatua-das-palmeiras – Animal de estimação

Apesar de ser uma ave exótica a cacatua negra pode ser um animal domesticado.

Isso ocorre porque o IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) permite.

No entanto, para criar essa ave é preciso ter o registro do IBAMA, para em caso alguma de denúncia, não perder o animal.

Como também, você pode compra em lojas legalizadas e receber o registro junto da ave.

A cacatua necessita de alguns cuidados especiais ao ser domesticadas, isso por que são pássaros bastante sociáveis. Por exemplo:

  • Gaiolas adequadas para a espécie;
  • Frutas frescas – pera, maçã, pêssego;
  • Caixa para suas necessidades fisiológicas;
  • Bebedouros com água fresca;
  • Áreas com plantas.

O importante para os criadores saber que a Cacatua é uma ave muito desenvolvida, pois possui inteligência emocional, é sociável, gosta de música, dançar e assoviar.

O problema ocorre quando ela passa muito tento sozinha ou passa muito tempo presa na gaiola, porque ela pode desenvolver um sentimento de solidão e ficar depressiva.

Essa ave precisa de espaço para voar e fazer sua bagunça. Embora seja necessário a gaiola, para ocasiões que a casa estiver com as janelas abertas ou durante a noite.

No geral, a cacatua é uma ótima companheira, porque ela pode ser amorosa ao se sentir confortável com você.

Por ser comunicativa, a casa sempre será um palco para seus shows de bateria e cantoria.

Aqui neste artigo, você aprendeu como cuidar de forma correta e atingir a expectativas dessa ave comunicativa.

Então, este o momento de compartilhar nas redes sociais o que aprendeu. Seus amigos também querem conhecer a cacatua-das-palmeiras. Compartilhe!

Outros pássaros para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *