Cacatua alba

Cacatua Alba

A cacatua alba é uma ave conhecida por ter um comportamento brincalhão e afetuoso, sendo uma excelente companhia para qualquer pessoa.

Porém, para as pessoas que desejam criar esta ave é preciso tomar alguns cuidados que são extremamente necessários. Ao seguir cada cuidado com o animal, o seu convívio com a cacatua será extremamente prazeroso.

Se você deseja saber como criar uma cacatua alba continue a ler este artigo, pois nele vamos abordar as características desta ave como saber onde ela vive, qual a sua alimentação, como se reproduz, qual o valor de investimento para poder adquiri-la e demais cuidados especiais.

Cacatua Alba

Características

A cacatua alba possui penas brancas, pernas e bico pretos. Suas patas apresentam 04 dedos, sendo dois virados para frente e dois para trás, recebendo o nome de patas zigodáctilas.

Sua crista que é postada de forma exuberante se caracteriza como uma de suas características que mais chamam a atenção nesta ave.

Ela permanece abaixada ou erguida de acordo com o nível de excitação da ave.

Suas asas afiladas ou arredondadas são propícias aos voos que costumeiramente ocorrem em bandos que são formados por pares ou centenas de aves.

Com certa frequência, a distinção do sexo desta ave é feita através da análise da cor da íris de seus olhos.

A coloração preta é presente no macho enquanto a cor castanha é característica na ave que possui o sexo da fêmea.

A cacatua alba apresenta um porte médio, sendo que as fêmeas alcançam cerca de 48 centímetros de comprimento e peso de 400 gramas aproximadamente.

Já os machos alcançam peso de 800 gramas e possuem, na maior parte das vezes, a cabeça mais larga e o bico mais comprido. O peso do macho não difere do da fêmea.

Cacatua Alba

Onde vive esta ave

A cacatua alba é uma ave que costuma estar presente nas ilhas de Bacan, Halmahera, Ternate, Tidore e também nas Molucas do Norte que ficam todas localizadas na Indonésia.

Por lá, em seu habitat natural já foram catalogados aves que possuíam expectativa de vida de 40 a 60 anos.

Em cativeiro, quando bem cuidadas, a cacatua alba consegue facilmente atingir os 80 anos de idade.

Vale lembrar que seu o clima na Indonésia é categorizado como tropical úmido e fica relativamente mais seco no sudeste.

Durante o ano há temperaturas estáveis com apenas pequenas variações e precipitações que variam na média entre 28 a 32o C como máxima. Por sua vez, a temperatura chamada de mínima tem variação de 20 a 24o C.

Ou seja, na maior parte do país, há duas temporadas regidas pelas precipitações das chamadas de monções.

Cacatua alba

Alimentação

Devido a força de seu bico, a cacatua alba está apta a se alimentar de castanhas e grãos em geral.

Também é recomendada a adição de vegetais, compondo a alimentação básica destas aves.

As necessidades nutritivas da cacatua também são atendidas através de ração balanceada, servindo de 150 a 200 gramas diariamente.

Quando necessário você poderá servir pedaços de cana-de-açúcar antes da ração.

A ração deverá ser composta por 10% de girassol, milho verde cru, grãos como arroz com casca, aveia, centeio e cevada dentre outros.

Também é possível incluir algumas frutas com casca, verduras com talo e legumes que precisam estar todos picados.

É muito importante que você exclua a alface da alimentação, pois ela provoca diarreia na ave e agrião.

Isso decorre pelo fato de causa certo tipo de irritação nas mucosas do estômago e do intestino da ave que é bastante sensível a qualquer tipo de alface.

E mais, diariamente procure variar os itens da ração, preferencialmente 03 variações em todos os itens. Procure por casas de ração especializadas para adquirir a alimentação ideal para sua cacatua.

Ao escolher a ração, é recomendado procurar por escolher as do tipo extrusada, uma vez que ela auxilia na digestão da ave e atende às exigências nutricionais para esta espécie.

Além disso, este tipo de ração ainda possui probiótico que é responsável por estimular o crescimento de bactérias benéficas, o que colabora por reduzir a presença de micro-organismos patogênicos e contento possíveis infecções intestinais.

A utilização de ração também auxilia a controlar o excesso de gordura e de deficiência vitamínica e, por consequência, proporciona economia considerável, já que o consumo é reduzido em cerca de 40% se comparado à alimentação que tem por base as sementes.

Como complemento à alimentação extrusada, o proprietário da cacatua alba deverá oferecer frutas, como maçã sem semente, goiaba e pêra, legumes como jiló, pimentão e cenoura e verduras como couve, espinafre e rúcula.

É importante situar que qualquer alimento oferecido para esta espécie precisa ser altamente higienizado, visto que possuem um sistema digestivo bastante sensível.

Como este pássaro se reproduz

A reprodução da cacatua alba pode se iniciar a partir do alcance de sua maturidade sexual. Esta maturidade é atingida a partir dos quatro até o quinto ano de vida.

Esta espécie bota de dois a cinco ovos que necessitam estar incubados por durante aproximadamente 30 dias. A responsabilidade de chocar os ovos e alimentar os filhotes é dividida entre macho e fêmea.

Os filhotes precisam se alimentar sozinhos apenas a partir dos quatro meses de vida.

Para reduzir o impacto da separação e amansar as aves, já no 15° dia de vida dos filhotes, é realizado o procedimento de separação dos pais.

Com este cenário é importante começar a fornecer a alimentação em sua mão a cada 02 horas. Ao chegar aos 02 meses de vida, os filhotes começam a dar seus primeiros voos.

Então serão o momento de providenciar um ninho externo feito de madeira dura, com medidas de 60 x 60 x 60 cm, mesmo padrão utilizado pelo zoológico de São Paulo, ou um ninho interno de 1m x 30 x 30 cm, feito a partir de tronco oco de árvore.

Valor da cacatua alba

O valor para aquisição de uma cacatua alba gira em torno de R$ 15.000,00 em média. Este é um investimento que é considerado elevado e pesado que somente deve ser feito se você realmente deseja zelar por esta ave.

Além do valor para adquirir a espécie, você ainda terá todo um custo de manutenção que deve ser considerado antes de decidir comprar esta ave.

Cuidados com o pássaro

Afetuosa e brincalhona, a cacatua alba exige alguns cuidados, extremamente importantes que vão garantir o conforto e também bom desenvolvimento desta espécie.

As instalações devem seguir os seguintes quesitos:

  • Locais internos: o gaiolão individual deve medir 60 centímetros de profundidade, 60 de largura e 60 de altura. Já o viveiro deve medir 120 centímetros de profundidade, 60 de largura e 60 de altura, com a inclusão de fio 14 e uma malha espaçada em 2,5 centímetros;
  • Locais externos: o recinto deve ser montado sem a presença de vigas de madeira. O chão de ser constituído por cimento com inclinação com 7,2 x 1,8 x 2,4 metros.

Os poleiros devem ser constituídos por galhos redondos e ásperos com diâmetro de 2 a 6 centímetros. Para o comedouro e o bebedouro tem a recomendação de se fazer a utilização de cerâmica esmaltada ou em aço inox e sua instalação devem ser realizadas a cerca de 1 metro do chão.

Em períodos de calor também há uma recomendação de borrifar as penas das aves, pois como vive em ambientes caracterizados pela umidade, seu corpo necessita desta característica no ambiente.

E mais, também é essencial buscar manter o ambiente totalmente limpo para evitar qualquer tipo de contágio de doenças provocadas pelas fezes do próprio bicho.

Como você pode observar, tomando todos os cuidados necessários você não terá problemas ao criar a cacatua alba em cativeiro.

Com uma boa expectativa de vida, esta ave vai se tornar uma companheira para toda a família por pelo menos duas gerações, permitindo o aumento do vínculo familiar.

Considerações Finais

Conhecido pelo seu comportamento brincalhão e afetuoso, a cacatua-de-crista-amarela consegue conquistar qualquer pessoa, sendo uma perfeita companhia para os mais solitários.

No entanto, além de ser necessário realizar um investimento considerado altamente elevado também é preciso ter a consciência sobre a necessidade de se ter gastos com relação aos cuidados diários da ave.

Além de gastos, é obrigatório dedicar certo tempo do seu dia, na medida em que se caracterizam como aves que gostam de socializar com seus criadores.

Como não está acostumado com o ambiente de clima tropical de todo território brasileiro é importante borrifar água em suas penas.

O objetivo com essa atividade diária é simular o ambiente e habitat natural que ficam localizadas nas ilhas da Indonésia.

Também é essencial ter um espaço grande que proporcione capacidade de voar, pegar sol e ainda se proteger de fortes rajadas de vento, além de ter brinquedos e possibilidade de gastar a sua energia.

Outro cuidado que precisa ser observado se dá na hora da alimentação, uma vez que ela precisa estar balanceada e receitada até por um médico veterinário.

Não só de ração poderá viver esta ave, o que requer que seja balanceada junto com algumas frutas altamente higienizadas.

A alface deve ser totalmente eliminada da dieta desta ave que não recebe muito bem este tipo de vegetal que não possui sistema digestivo preparado para este tipo de alimento.

Outros pássaros para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *