Galinha Sura

sura

Conheça a Sura, uma espécie de galinha doméstica que possui algumas peculiaridades em comparação com as demais galinhas.

Por isso, veja detalhes sobre a sua aparência e veja o que ela tem em comum com as demais espécies que você já está acostumado a ver.

A criação dessa galinha já foi mais comum no Brasil, mas hoje é encontrada em menor número em todas as regiões.

Portanto, saiba como reconhecê-la e como estão projetos que tentam recuperar a sua linhagem no território brasileiro para conservar a sua genética.

O que é Sura?

O termo se refere a uma espécie de galinha doméstica que já foi muito comum no território brasileiro.

Por sua vez, já foi vastamente encontrada na região nordeste, local onde a criação destes animais era muito intensa.

Em zonas rurais ou urbanas, a Sura se reproduziu com demais espécies, o que dificultou na identificação e preservação de suas características.

Mas, ainda é encontrada, mesmo que em menor número.

Características

De modo geral, a galinha de nome Sura se assemelha muito com outras espécies.

No entanto, veja a seguir alguns pontos que ajudam a diferenciar essa espécie das demais, que são mais comuns no Brasil:

  • Postura diferente;
  • A Sura “não tem” rabo;
  • Possui plumagem diversa.

A cor e algumas outras características, como tamanho, podem variar conforme cruzamento com outras raças.

Contudo, a falta do rabo é a principal forma de diferenciar a Sura de outras espécies de galinhas comuns.

Existem subespécies da Sura?

De modo geral, não existe uma catalogação de subespécies dessa galinha em si, embora a mesma possa se cruzar com diversas outras existentes, como a galinha caipira.

Por isso, pode ser comum encontrar a Sura com cores características de outras aves.

Vale destacar que a própria galinha doméstica é tida como uma subespécie do gênero Gallus e espécie Gallus Gallus.

Portanto, é uma evolução natural que ocorreu após anos de adaptação dos hábitos ao convívio e necessidade humana, ao longo da história.

A cruza da mesma com outras galinhas dificulta a reprodução e manutenção do gene da mesma.

Logo, mesmo que o indivíduo não seja estritamente de uma só espécie, a característica física leva o criador a identificá-lo como tal.

galinha sura bebendo água
A Sura é uma raça de galinha doméstica espalhada por todo o Brasil. Imagem de tawatchai07 em Freepik

Qual a origem da galinha Sura?

Embora não haja relatos sobre a origem da galinha Sura especificamente, acredita-se que pode ter surgido de cruzamentos e mutações.

Dessa forma, é difícil identificar corretamente a origem verdadeira da raça.

Quais são as classes das galinhas?

As galinhas domésticas como conhecemos hoje podem ser de quatro classes diferentes.

Então, podemos dividi-las de acordo com algumas características, e estas podem ser das seguintes classes:

  • Americana;
  • Mediterrânea;
  • Inglesa;
  • Asiática.

De modo geral, são usados fatores como tamanho, plumagem e até a cor da crista ou da pele para identificar as aves por classes.

Mas, na Sura isso pode ser mais complicado, devido às cruzas constantes da mesma com outras raças.

Qual a cor dos ovos da Sura?

Essa raça de galinha põe ovos de cores diferentes, em geral, em tons que passam pelo azul ou esverdeado, mas também há registros de postura de ovos avermelhados ou marrons.

Logo, pode variar de indivíduo para indivíduo, de acordo com sua genética.

Distribuição

De modo geral, existem criatórios em todo o Brasil com a presença da galinha Sura entre as raças que o mesmo abrange.

Além disso, mesmo com a diminuição de exemplares puros da raça, muitos criadores tentam recuperar a mesma em solo brasileiro.

A criação e reprodução dessa galinha pode ser feita para fins comerciais, já que é uma poedeira e também tem carne macia.

Desse modo, pode ser um animal interessante para incluir no seu terreiro.

Presença da Sura no Brasil

Diversos criadores e zootecnistas estão com um projeto que tenta ampliar novamente a presença da Sura no Brasil.

Afinal, alguns deles consideram essa raça como genuinamente brasileira, e relatam que ela sofre risco de extinção.

Alguns criatórios tentam manter um banco genético desta e de outras raças nativas, como forma de não deixar que elas sumam.

Dessa forma, eles incentivam a criação delas, além de contatar outros criadores de várias regiões para catalogar o número de exemplares.

Classificação e taxonomia da Sura

Não há relatos precisos também sobre a classificação e taxonomia da Sura em específico.

Mas, a Gallus Gallus Domesticus, como um todo, é do Filo Chordata e Reino Animalia, e está na classe das aves.

A galinha doméstica é associada ainda à família Phasianidae e ordem dos Galliformes.

Portanto, possui diversas aves que são suas parentes e que também foram adaptadas ao convívio humano e sofreram evoluções ao longo dos anos.

Devido ainda à cor dos ovos dessa raça, não dá para defini-la como uma galinha mediterrânea, por eliminação.

Afinal, esse tipo de galinha põe ovos unicamente brancos, o que não é observado na Sura.

Onde vivem?

Você pode encontrar a raça em todas as regiões do Brasil e em outras partes do mundo.

Por isso, se adapta a diversos climas diferentes, o que favorece a sua reprodução em cativeiro.

Hábitos da Sura

Como as demais raças de galinhas, a Sura tem hábitos diurnos, então procura alimentos durante o dia.

Além disso, a sua atividade começa já nas primeiras horas do dia, onde os galos da espécie costumam cantar para acordar o galinheiro.

sura
A Sura é bem similar às demais raças de galinha, mas não tem as plumas do rabo. Imagem de wirestock em Freepik

Qual o tempo de vida da galinha sura?

De modo geral, as galinhas Sura podem viver de cinco a 10 anos em cativeiro, como pode ser observado nas demais raças também.

No entanto, a criação dessas aves exige cuidados, para evitar que contraiam doenças.

Essa galinha não precisa da presença do macho para pôr seus ovos, mas apenas para fecundá-los.

Com isso, consegue colocar entre 60 a 300 ovos por ano, como outras raças de galinhas.

Reprodução da Sura

Para a reprodução, é preciso que o macho fertilize a fêmea, para que essa consiga chocar os ovos.

Então, no caso da Sura, você pode comprar ovos já fertilizados e usar no ninho de qualquer outra galinha.

O galo irá fornecer os espermatozoides, que irão se fundir aos óvulos da galinha, para que a fecundação seja completada.

Depois, os ovos já fecundados serão usados para gerar pintos da espécie ou de uma cruza da galinha sura com outra raça.

No caso de criatórios, é ideal separar os ovos fecundados dos ovos para consumo.

Dessa forma, você evita perder tempo ao colocar ovos que não irão chocar entre os demais, o que pode atrapalhar o processo.

Tempo de incubação

De modo geral, o tempo médio de incubação dos ovos da Sura é de 21 dias, apenas.

Mas, esse tempo pode variar de acordo com alguns fatores, como você pode ver na seguinte lista de forma detalhada:

  • Temperatura;
  • Umidade;
  • Local do ninho.

O tempo para chocar os ovos também pode variar de acordo com o tipo de incubação dos mesmos.

Assim, no caso de usar uma chocadeira, o tempo pode ser maior ou menor, de acordo com esses mesmos fatores listados.

Estado de conservação da sura

A Sura já esteve mais presente por entre os criadouros em todas as regiões do Brasil.

Mas, com o cruzamento de raças, ficou menos comum e há criadores que vendem ovos e machos e fêmeas adultos para reprodução da mesma.

Para quem tiver interesse, é possível comprar esses indivíduos ou seus ovos na internet, por um valor razoável.

Logo, o valor pode mudar de acordo com a região, então analise se vale a pena para você.

vários pintinhos em um ninho
A Sura pode ser cruzada com outras raças e precisa do galo para fertilizar os ovos. Imagem de freepic.diller em Freepik

Mais detalhes sobre a galinha Sura

De modo geral, a Sura não possui o apêndice triangular no fim do seu dorso, local onde fica a região da plumagem da cauda do animal.

Então, é comum visualizar, no campo onde seria esse apêndice, a ausência de penas ou uma pequena falha nesta região.

Alimentação da Sura

Como as demais galinhas, essa raça tem uma alimentação bem variada.

Isso porque, quando criada solta ou no terreiro, pode comer desde ervas e outros vegetais, até invertebrados, como minhocas e besouros.

No mesmo sentido, pode ser observado alguns indivíduos que caçam até animais vertebrados, como lagartixas pequenas e algumas serpentes.

No entanto, em criatório pode se alimentar de rações com vitaminas ou farelo de grãos, como o milho.

Como a galinha dorme?

Os hábitos noturnos da Sura são semelhantes ao das demais galinhas, então procuram seu poleiro bem cedo da noite para dormir.

Contudo, elas tendem a dormir sobre locais suspensos, para evitar predadores.

As aves não caem do poleiro e podem dormir até mesmo em copa de árvores.

Isso porque elas dormem com uma parte do cérebro ativa, que reveza com a outra parte entre repouso e vigília, para também se livrarem de predadores.

Predadores da Sura

De modo geral, o maior predador das galinhas, como a Sura, é o homem, que a cria com finalidade de consumo de sua carne e ovos.

Porém, os criadores devem sempre estar atentos a animais selvagens e domésticos que podem comê-las.

Gatos e cães podem estar entre os predadores naturais das galinhas, como também felinos selvagens e raposas ou lobos.

Além disso, gambás e furões podem comê-las também, além de aves de rapina, principalmente quando jovens.

Mais nomes para a espécie Sura

Os indivíduos dessa raça podem levar, além de Sura, o nome de Suru.

Além disso, em algumas regiões do Brasil, pode ser chamada de galinha cotó ou outras denominações menos conhecidas e não catalogadas.

Avalie este pássaro: post

Outros pássaros para você:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *