mandarim
Foto: Reprodução.

Mandarim

Mandarim, ou Diamante Mandarim é um pássaro pequeno, originário da Austrália e muito procurado em todo o mundo.

Se você está pensando em ter um desses em casa, leia este artigo até o final. Conheça as suas peculiaridades e siga as instruções de como trata-lo. Assim, você terá um pássaro feliz, saudável e com bastante longevidade.

Características do Mandarim

Os Mandarins são aves muito pequenas, cujo tamanho geralmente não excede 12 centímetros. Quanto ao seu peso é de apenas 12 gramas.

Eles têm um pequeno pico compacto, adequado para alimentá-lo com sementes de todos os tipos.

Com exceção daqueles que são totalmente brancos, é muito fácil distinguir entre a fêmea e o macho.

No caso da fêmea, ela mostra uma plumagem embora bonita, um pouco menos vistosa que a masculina. Há um pouco de cor em seu rosto, o que as torna mais vistosas.

Nos machos, o bico tende a ser avermelhado, enquanto o de suas companheiras femininas tende a ser mais laranja.

Eles também têm uma cor branca no peito e um padrão que simula as listras da zebra.

O Mandarim é uma ave diurna, muito sociável e vive em bandos de cerca de 100 pássaros. Na busca por alimentos, têm a capacidade de realizar viagens longas.

Os membros do mesmo bando comunicam-se e reconhecem-se pelos sons do seu canto. Estes são variados, já que possuem a capacidade de aprender sons ambientes e humanos.

Reprodução

É um animal ovíparo que atinge sua maturidade sexual aos três meses de idade. O processo de criação destas aves é um dos mais rápidos no reino animal.

Isso se dá devido às condições adversas em que vivem quando estão no seu habitat natural. Logo quando começa a chover as fêmeas já começam a preparar o ninho.

Os diamantes são monogâmicos. Eles se selecionam como casal e se acompanham por toda a vida.

O casal constrói o ninho, exatamente quando as chuvas começam e as gramas crescem. Cada ninhada é composta por 4 ou 5 ovos, nos melhores casos até 8.

Cada ovo é colocado à razão de um por dia e a incubação começa quando o quarto chega.

Ambos os pais são responsáveis por incubar, revezando a cada duas horas e meia aproximadamente. O sinal para mudança é o som emitido pelo membro casal que está do lado de fora. De noite ambos permanecem no ninho.

Alimentação

O Mandarim é uma ave fácil de cuidar e alimentar. Entretanto, sua dieta não se baseia apenas em sementes, algo que pode afetar sua saúde, atitude e aparência.

Sementes

Deve-se oferecer sementes proporcionadas para que o pássaro receba a quantidade necessária de fibras, proteínas, gorduras, etc.

Entre as sementes estão:

  • Aveia;
  • Linhaça;
  • Painço branco, vermelho ou amarelo;
  • Milheto japonês;
  • Entre outras.

Legumes

Não se deve esquecer os vegetais, excelentes para a dieta e bons para o paladar.

Entre os mais recomendados estão:

  • Rúcula;
  • Espinafre (melhor cozido);
  • Escarola;
  • Pepino;
  • Acelga;
  • Folhas de repolho;
  • Manjericão.

Frutas

A fruta também é um elemento importante na dieta do Mandarim. Ele adora e fornece muitas vitaminas.

As frutas mais recomendadas são:

  • Maçã;
  • Kiwi;
  • Laranja;
  • Pera;
  • Tangerina;
  • Morango.

Cuidados necessários para criar um Mandarim

O cuidado que você dá ao Mandarim afetará sua longevidade, por isso é tão importante que você saiba como fazê-lo.

A gaiola é um item muito importante. É preciso pensar que ali é o lugar onde ele vai ficar por muito tempo, portanto, não pode ser improvisada.

Deve ser o maior possível, em formato retangular para que o pássaro tenha boa mobilidade e uma zona de segurança. Do contrário o animal pode se sentir nervoso e inquieto o tempo todo.

Quanto ao material, o aço inoxidável é o mais recomendado, pois:

  • Oferece segurança;
  • É resistente;
  • Pode ser lavado e seco muito rapidamente.

Mantenha a gaiola em um espaço seguro e ventilado. Entretanto, sem que o Mandarim fique exposto a corrente de ar, luz direta do sol ou umidade.

Idealmente, coloque-o de manhã em um local onde possa receber luz para que mantenha a saúde do pássaro em dia.

E engana-se quem acha que os pássaros não precisam de distração. Embora não seja um brinquedo, as banheiras são um elemento importante que se pode colocar e extrair da gaiola.

Assim, os animais podem desfrutar de um banho, além de ser um momento muito divertido para eles.

Depois disso, é importante fornecer-lhes brinquedos, sem exagerar, saturando seu espaço. A ideia principal é que eles tenham elementos de entretenimento e que possam tornar suas vidas mais agradáveis.

Além disso, isso estimula muito a inteligência dos animais de estimação e os mantém entretidos.

Quais acessórios seriam os mais recomendados? Por exemplo, madeira, sinos, escadas, balanços, etc.

Mas é possível adicionar outros entretenimentos, como pedaços de galhos que o Mandarim pode explorar e roer sem se machucar.

Felizmente você pode obter uma variedade de brinquedos para o pássaro em lojas de animais e aves exóticas. Desta forma, você pode ter certeza que eles não são feitos de qualquer material tóxico que possa prejudica-lo.

Canto do Mandarim

O som dessa ave vai acompanhá-lo durante todo o dia. Ele não para de cantarolar, pois é assim que se relaciona com seus companheiros.

O canto do Mandarim é muito versátil. Quando entra na puberdade, começa a imitar a maneira de cantar de seus pais e dos outros membros do bando.

O som que eles reproduzem é semelhante ao aperto da barriga de uma boneca de borracha. Os machos cantam muito mais do que as fêmeas para atrair a atenção.

Curiosidades sobre o pássaro

  • Eles podem colocar 30 ovos por ano;
  • A quantidade de ovos botados aumenta a cada 3 meses;
  • Eles fazem a cama todos os dias (eles removem tudo do ninho, agitam e colocam de volta);
  • Eles se banham todos os dias;
  • Quando alguém dá comida ou água, eles cantam em gratidão;
  • Antes de colocar os ovos, o Mandarim faz uma dança muito engraçada;
  • Quando os filhotes saem do ninho, tentam imitar a canção do pai;
  • Eles vêm do deserto da Austrália;
  • No deserto, como é tão quente, os Mandarins não incubam os ovos;
  • Sempre levantam com o primeiro raio de sol;
  • A fêmea é a mais curiosa;
  • Eles têm medo de barulhos altos, como de helicópteros.

Cuidar de um Mandarim não é tão difícil. Basta seguir as orientações básicas e, o mais importante, trata-lo com muito amor.

Veja também

Calopsita - Saiba Mais Sobre Essa Ave e Aprenda Como Cuidar

Calopsita

A Calopsita é um pássaro exótico que está cada vez mais ganhando espaço nos lares como …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *